Imprimir
Compartilhar

Segunda Epístola de S. Paulo Apóstolo aos Coríntios

Capítulo 12

Paulo é arrebatado ao terceiro céu — O Senhor dá fraquezas aos homens para que eles possam triunfar sobre elas — Paulo manifesta os sinais de um Apóstolo.

1 Em verdade, não convém gloriar-me; mas passarei às avisões e brevelações do Senhor.

2 Conheço um homem em Cristo que há quatorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado até o aterceiro céu.

3 E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe)

4 Foi arrebatado ao aparaíso; e ouviu palavras binefáveis, de que ao homem não é clícito falar.

5 De um tal me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas.

6 Porque, se quiser gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; porém deixo isso, para que ninguém pense de mim mais do que em mim vê ou de mim ouve.

7 E para que não me aenaltecesse pelas excelências das revelações, foi-me dado um bespinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, para que não me enalteça.

8 Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim.

9 E disse-me: A minha agraça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na bfraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim chabite o poder de Cristo.

10 Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por causa de Cristo. Porque quando estou afraco, então sou forte.

11 Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes, porque eu devia ser louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos, ainda que nada sou.

12 Os asinais de um apóstolo foram efetuados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas.

13 Porque, em que tendes vós sido inferiores às outras igrejas, a não ser que eu mesmo não vos fui pesado? Perdoai-me este agravo.

14 Eis aqui estou pronto para uma terceira vez ir ter convosco, e não vos serei pesado, pois que não busco o que é vosso, mas, sim, a vós; porque não devem os filhos entesourar para os pais, mas os pais, para os filhos.

15 E eu de muito bom grado gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado.

16 Porém seja assim; eu não vos fui pesado, mas, sendo astuto, vos tomei com dolo.

17 Porventura aproveitei-me de vós por algum daqueles que vos enviei?

18 Roguei a Tito, e enviei com ele um irmão. Porventura Tito se aproveitou de vós? Não andamos porventura no mesmo espírito, sobre as mesmas pisadas?

19 Supondes que ainda nos desculpamos convosco? Falamos em Cristo perante Deus, e tudo isso, ó amados, para vossa aedificação.

20 Porque temo que, quando chegar, não vos ache tais quais eu quisera, e que eu seja achado de vós tal qual vós não quiséreis; que de alguma maneira haja contendas, invejas, iras, porfias, adetrações, mexericos, orgulhos, tumultos,

21 Que, quando eu for outra vez, o meu Deus me humilhe para convosco, e eu chore por muitos daqueles que dantes pecaram, e não se arrependeram da imundície, e fornicação, e desonestidade que cometeram.