Imprimir
Compartilhar

O Santo Evangelho Segundo João

Capítulo 17

Jesus profere a grande Oração Intercessória — Ele é glorificado por alcançar a vida eterna — Ele ora por Seus Apóstolos e por todos os santos — Ele explica como o Pai e o Filho são um.

1 Jesus disse essas coisas, e levantou seus olhos ao céu, e disse: Pai, é chegada a hora; glorifica teu aFilho, para que também o teu Filho te glorifique a ti;

2 Assim como lhe deste apoder sobre toda a carne, para que dê a bvida eterna a todos quantos lhe cdeste.

3 E a vida aeterna é esta: que te bconheçam, a ti só, por único cDeus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem denviaste.

4 Eu aglorifiquei-te na terra, tendo bconsumado a obra que me deste para fazer.

5 E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela aglória que tinha contigo bantes que o mundo existisse.

6 Manifestei o teu nome aos homens que ado mundo me deste; eram teus, e tu mos deste, e guardaram a tua palavra.

7 Agora reconheceram que tudo quanto me adeste vem de ti,

8 Porque lhes dei as apalavras que tu me deste; e eles as receberam, e verdadeiramente reconheceram que saí de ti, e creram que me enviaste.

9 Eu arogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus.

10 E todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e neles sou glorificado.

11 E eu já não estou mais no mundo; porém eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, guarda em teu nome aqueles que me deste, para que sejam aum, assim como nós.

12 Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu nome. Guardei aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o afilho da perdição, para que a escritura se cumprisse.

13 Mas agora vou para ti, e digo isso no mundo, para que tenham a minha aalegria completa em si mesmos.

14 Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.

15 Não rogo que os tires do mundo, mas que os livres do mal.

16 Não são do amundo, como eu do mundo não sou.

17 aSantifica-os na tua bverdade; a tua palavra é a verdade.

18 Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.

19 E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade.

20 E não arogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim.

21 Para que todos sejam aum como tu, ó Pai, és em mim, e eu, em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.

22 E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um;

23 Eu neles, e tu em mim, para que sejam aperfeitos em unidade, e para que o mundo reconheça que tu me enviaste a mim, e que os bamaste a eles como tu me amaste a mim.

24 Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me amaste antes da fundação do mundo.

25 Pai justo, o mundo não te conheceu; mas eu te conheci, e estes reconheceram que tu me enviaste a mim.

26 E eu lhes fiz conhecer o teu nome, e lho farei conhecer mais, para que o amor com que me amaste neles esteja, e eu, neles.