Epístola de Paulo Apóstolo aos Romanos

Romanos 

Capítulo 1

O evangelho é o poder de Deus para a salvação por intermédio de Jesus Cristo — A ira de Deus recai sobre os que são culpados de assassinato, de práticas homossexuais, de fornicação e de outros pecados, se os culpados não se arrependem.

Capítulo 2

Deus retribuirá a cada pessoa de acordo com seus atos — Tanto os judeus quanto os gentios serão julgados pelas leis do evangelho.

Capítulo 3

O homem não é justificado pela lei de Moisés — Ele é justificado pela retidão, que vem pela fé em Cristo, o que se tornou possível graças ao sacrifício expiatório de Cristo.

Capítulo 4

A fé exercida por Abraão lhe foi imputada por retidão — O homem é justificado pela fé, pelos atos de retidão e pela graça.

Capítulo 5

O homem é justificado pelo sangue de Cristo — Adão caiu, e Cristo realizou a Expiação para que o homem pudesse ser salvo.

Capítulo 6

O batismo é à semelhança da morte, sepultamento e ressurreição de Cristo — O salário do pecado é a morte — Cristo traz a vida eterna.

Capítulo 7

A lei de Moisés se cumpre em Cristo — Paulo se deleita na lei de Deus segundo o homem interior.

Capítulo 8

A lei de Cristo traz vida e paz — Aqueles que são adotados como filhos de Deus tornam-se co-herdeiros com Cristo — Os eleitos de Deus são preordenados para a vida eterna — Cristo intercede pelo homem.

Capítulo 9

Paulo explica como opera a lei da eleição (preordenação) — O povo de Israel é escolhido (preordenado) para receber a adoção, os convênios, as promessas e as bênçãos do evangelho; contudo, nem todos de Israel são Israel — Eles devem buscar suas bênçãos pela fé — Os gentios também alcançam a retidão e a salvação pela fé.

Capítulo 10

A salvação vem pela retidão para os que acreditam em Cristo — A fé vem pelo ouvir o evangelho ensinado por ministros autorizados enviados por Deus.

Capítulo 11

Israel foi escolhida (preordenada) de acordo com a eleição da graça — Contudo, alguns endurecem o coração contra isso — Os gentios são adotados na casa de Israel — O evangelho vai preferencialmente para os gentios até chegar a plenitude dos gentios.

Capítulo 12

Paulo aconselha os santos a apresentarem seu corpo como sacrifício vivo, a usarem seus próprios dons concedidos pela graça e a viverem como devem viver os santos.

Capítulo 13

Paulo aconselha: Sujeitai-vos aos ministros de Deus; guardai os mandamentos; amai-vos uns aos outros; a retidão conduz à salvação.

Capítulo 14

Abstende-vos de contendas de opiniões e de julgar injustamente uns aos outros — Todo joelho se dobrará diante de Cristo — O reino de Deus engloba a retidão, a paz e a alegria no Espírito Santo.

Capítulo 15

Os santos verdadeiros confraternizam uns com os outros — Paulo relata sua diligência em pregar o evangelho — Os dons do Espírito são derramados sobre os gentios.

Capítulo 16

Paulo saúda vários santos — Ele aconselha os santos a evitar os que causam dissensão — Os santos devem ser sábios no tocante ao bem, e inocentes no tocante ao mal.