O Segundo Livro de Samuel

2 Samuel 

Capítulo 1

Davi fica sabendo da morte de Saul e de Jônatas — Ele tira a vida do amalequita que afirma ter matado Saul — Davi lamenta a morte de Saul e de Jônatas com um cântico.

Capítulo 2

Davi é ungido rei sobre a casa de Judá — Is-Bosete torna-se rei de Israel — Os seguidores de Davi derrotam Abner e os homens de Israel.

Capítulo 3

A casa de Davi e a de Saul travam uma longa guerra — Davi se fortalece — Abner se une a Davi, mas é morto por Joabe — Davi lamenta a morte de Abner.

Capítulo 4

Dois dos capitães de Saul matam Is-Bosete — Eles levam a cabeça dele para Davi, que os manda matar por terem assassinado um homem justo.

Capítulo 5

Todo o Israel unge Davi como rei — Ele toma Jerusalém e é abençoado pelo Senhor — Ele conquista os filisteus.

Capítulo 6

Davi leva a arca para a cidade de Davi — Uzá é ferido e morto por tocar na arca para firmá-la — Davi dança diante do Senhor, causando ruptura de seu relacionamento com Mical.

Capítulo 7

Davi se propõe a construir uma casa para o Senhor — O Senhor, por intermédio de Natã, diz que não pediu a Davi que fizesse isso — O Senhor estabelecerá a casa e o reino de Davi para sempre — Davi profere uma oração de ação de graças.

Capítulo 8

Davi derrota e subjuga muitas nações — O Senhor está com ele — Davi administra julgamento e justiça a todo o seu povo.

Capítulo 9

Davi procura honrar a casa de Saul — Encontra Mefibosete, o filho de Jônatas, e lhe restitui todas as terras de Saul.

Capítulo 10

Os amonitas maltratam os mensageiros de Davi — Israel derrota os amonitas e os sírios.

Capítulo 11

Davi se deita com Bate-Seba, e ela concebe — Ele, então, toma providências para que Urias, o marido dela, morra em batalha.

Capítulo 12

Natã conta a Davi a parábola da pequena cordeira — O Senhor deu muitas esposas a Davi, que passa a ser amaldiçoado por haver tomado Bate-Seba — Davi jejua e ora por seu filho, mas o Senhor leva o menino — Nasce Salomão — Davi conquista a cidade real dos amonitas.

Capítulo 13

Amnom deseja Tamar, sua irmã, e a força a deitar-se com ele — Ele é morto por ordem de Absalão — Absalão foge para Gesur.

Capítulo 14

Após três anos, Joabe toma medidas para fazer Absalão voltar para casa, por meio de estratagema — Passados mais dois anos, Absalão vê o rei, e eles se reconciliam.

Capítulo 15

Absalão conspira contra Davi e consegue o apoio do povo — Davi foge, e Absalão entra em Jerusalém.

Capítulo 16

Mefibosete é acusado de procurar ser rei — Simei, da casa de Saul, amaldiçoa Davi — Aconselhado por Aitofel, Absalão toma as concubinas de seu pai.

Capítulo 17

O conselho de Aitofel é suplantado pelo de Husai — Davi é alertado e foge para o outro lado do Jordão — Aitofel se enforca — O povo se prepara para a guerra.

Capítulo 18

Os israelitas são derrotados nos bosques de Efraim — Joabe mata Absalão — A notícia de sua morte é levada a Davi, que lamenta a morte do filho.

Capítulo 19

Joabe repreende Davi por favorecer os inimigos em vez dos amigos — Davi substitui Joabe por Amasa — Simei, que amaldiçoou Davi, é perdoado — Mefibosete garante que é fiel a Davi — Os homens de Judá levam Davi de volta a Jerusalém.

Capítulo 20

Seba faz com que as tribos de Israel abandonem Davi — Joabe mata Amasa e persegue Seba — Uma mulher sábia intercede — A morte de Seba põe fim à insurreição.

Capítulo 21

O Senhor envia uma fome — Davi compreende que a fome se deve ao fato de Saul ter matado os gibeonitas, contrariando o juramento de Israel — Davi entrega sete filhos de Saul aos gibeonitas, para que os enforquem — Israel e os filisteus continuam suas guerras.

Capítulo 22

Davi louva o Senhor em salmo de ação de graças — O Senhor é sua fortaleza e seu salvador, Ele é forte e poderoso para libertar, Ele recompensa os homens de acordo com a retidão deles, mostra misericórdia aos misericordiosos, Seu caminho é perfeito, Ele vive, e é bendito.

Capítulo 23

Davi fala pelo poder do Espírito Santo — Os governantes devem ser justos e governar no temor do Senhor — Enumeram-se os valentes de Davi e os atos deles são enaltecidos.

Capítulo 24

Davi peca ao contar Israel e Judá — Os homens de guerra somam 1.300.000 — O Senhor destrói 70.000 com uma peste — Davi vê um anjo, oferece sacrifício, e a praga é contida.