Pular para a Navegação Principal

Citações do Instituto

Presidente Thomas S. Monson

“Se você é solteiro e é aluno universitário, peço-lhe que tenha como prioridade a frequência ao Instituto. Os estudantes casados e outros adultos também são bem-vindos e os incentivamos a participar. Pense nisso. Vocês farão amigos, sentirão o Espírito, e sua fé será fortalecida. Prometo-lhes que, se participarem do instituto e estudarem as escrituras com diligência, terão mais capacidade de fugir às tentações e de receber a orientação do Espírito Santo em tudo o que fizerem. A Providência divina vai auxiliar aqueles que a buscarem com humildade. Essa é a promessa que lhes faço” (Thomas S. Monson, 21 de abril de 2009).

“Vocês, jovens adultos, devem matricular-se em um Instituto de religião. Se frequentam uma escola da Igreja, incluam de modo consistente uma disciplina de religião por semestre. Durante essa importante época de preparação para a missão, para o casamento eterno e para a vida adulta, vocês devem continuar a encontrar meios de aprender, crescer e receber inspiração e orientação por meio do Espírito Santo. O estudo cuidadoso e ponderado do evangelho por meio do Seminário, do Instituto ou de classes de educação religiosa pode ajudá-los nessa meta.

Não pensem que estão muito ocupados para estudar o evangelho apenas porque estão frequentando uma escola da Igreja ou outra escola ou faculdade. O Seminário, o Instituto ou as classes de religião fornecerão equilíbrio para sua vida e serão um acréscimo ao seu estudo secular, dando-lhes outra oportunidade de despender tempo estudando as escrituras e os ensinamentos dos profetas e apóstolos. Há quatro extraordinários novos cursos que incentivo cada jovem adulto a analisar e frequentar.

E não se esqueçam de que as aulas e as atividades oferecidas no Instituto ou nas classes de jovens adultos solteiros da ala ou da estaca também serão um lugar em que vocês podem estar com outros rapazes e outras moças para edificarem e inspirarem uns aos outros enquanto aprendem e crescem espiritualmente e se socializam. (…) Se deixarem seus celulares de lado e realmente derem uma olhada ao redor, talvez encontrem sua futura companheira eterna no Instituto”, (M. Russell Ballard, “A Melhor de Todas as Gerações de Jovens Adultos,” A Liahona, Maio de 2015, p. 67).

“Conheço o poder que advém das amizades surgidas nos programas do Seminário e do Instituto. É algo que enriqueceu minha vida, e sei que o mesmo acontecerá com vocês. Vai erguer um escudo de proteção a sua volta para mantê-los livres das tentações e provações do mundo. Há uma grande bênção no fato de termos um conhecimento do evangelho. E não conheço melhor lugar para os jovens da Igreja adquirirem um conhecimento especial de coisas sagradas do que nos programas do instituto e do seminário” (L. Tom Perry, “Receber a Verdade,” A Liahona, janeiro de 1998, p. 69).

“Incentivamos todos aqueles a quem [o Instituto] está disponível que não percam a oportunidade. Não hesitamos ao prometer que seu conhecimento do evangelho aumentará, sua fé se fortalecerá e você fará amigos e colegas maravilhosos” (Gordon B. Hinckley, O Milagre Decorrente da Fé, A Liahona, julho de 1984, p. 92).

“Alunos, se seus valores forem corretos, não hesitarão em abrir mão de um curso optativo que vai adornar seu currículo em favor de uma instrução que vai firmar os alicerces de sua vida. Então, depois de matricularem-se, frequentem, estudem e aprendam. Convençam seus amigos a fazer o mesmo. Poucas coisas que vocês fazem vão beneficiá-los tanto quanto o Seminário” (Boyd K. Packer, “Arbítrio e Controle”, A Liahona, julho de 1983, p. 108).