Contexto Histórico


M. Russell Ballard, “O Milagre da Bíblia Sagrada”, Conferência geral de abril de 2007

Cremos sincera e plenamente no Senhor Jesus Cristo e em Sua palavra revelada por meio da Bíblia Sagrada.

D. Todd Christofferson, “A Bênção das Escrituras”, conferência geral de abril de 2010.

O propósito central de toda escritura é encher nossa alma de fé em Deus, o Pai, e em Seu Filho Jesus Cristo.

Boyd K. Packer, “No Monte Sião”, Conferência geral de outubro de 2005

Toda alma que se afilia espontaneamente à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e procura viver de acordo com seus princípios e ordenanças está “no Monte Sião”.

Robert D. Hales, “A Preparação para a Restauração e a Segunda Vinda: ‘Minha Mão Estará Sobre Ti”, Conferência geral de outubro de 2005

A mão [do Senhor] está sobre a obra da Restauração desde antes da fundação do mundo e continuará a estar até a Segunda Vinda.

Shanna Butler, “O Que Tinha de Acontecer?” A Liahona, março de 2005

Antes do Renascimento, cópias da Bíblia eram vagarosamente reproduzidas à mão, caras para se obter e em línguas difíceis de serem lidas pela maioria das pessoas. Assim, apenas os ricos, cultos, e o clero da igreja podiam obter e ler as escrituras.

Lição 3: “Eu Tivera uma Visão”, Doutrina e Convênios e História da Igreja Manual do Professor de Doutrina do Evangelho

A partir do início do século XIV, o Senhor começou a preparar as condições sociais, educacionais, políticas, religiosas, econômicas e governamentais que propiciariam que o evangelho fosse restaurado pela última vez.

Capitulo 1: “Prelúdio da Restauração”, História da Igreja na Plenitude dos Tempos Manual do Aluno

Lutero era protegido por príncipes alemães que simpatizavam com suas ideias e que desejavam maior autonomia política de Roma. Essa proteção possibilitou-lhe começar a tradução alemã da Bíblia.

Capítulo 17: “O Grande Plano de Salvação”, Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith

Na casa de John e Alice (também conhecida como Elza) Johnson (…) o Profeta fez grande parte de seu trabalho na Tradução de Joseph Smith da Bíblia.

Lição 42: “A Revelação Contínua aos Profetas dos Últimos Dias”, Doutrina e Convênios e HIstória da Igreja Manual do Professor de Doutrina do Evangelho

Em 1979, depois de anos de trabalho consciencioso sob a direção da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze, a Igreja publicou uma edição SUD da Bíblia inglesa.

Capítulo 3: “A Edificação do Reino em Kirtland, Ohio, Ohio”, Nosso Legado: Resumo da História de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Em junho de 1830, Joseph Smith começou a fazer correções inspiradas na Versão (Inglesa) da Bíblia do Rei Jaime. Esse trabalho é conhecido como a Tradução de Joseph Smith da Bíblia.

Capítulo 6: “Organização da Igreja de Jesus Cristo”, História da Igreja na Plenitude dos Tempos Manual do Aluno

Durante todo o verão Joseph estudou o livro de Gênesis, no Velho Testamento Este estudo formou a base para o livro de Moisés e grande parte de sua “tradução inspirada” da Bíblia, que é agora conhecida como a Tradução de Joseph Smith da Bíblia.

Boyd K. Packer, “Guiados pelo Santo Espírito”, conferência geral de abril de 2011.

Todos podemos ser guiados pelo espírito de revelação e pelo dom do Espírito Santo.

Margaret Shauers, “Pergaminho de História da Família”, A Liahona, abril de 2005

Na antiguidade as pessoas escreviam em pergaminhos feitos de papiro (papel fabricado com uma planta) ou couro enrolado em varas. A maior parte da Bíblia foi escrita em pergaminhos.