Namoro


Nas culturas em que os encontros com pessoas do sexo oposto e o namoro são aceitáveis, essa prática pode ajudar os jovens a desenvolver amizades duradouras e, com o tempo, encontrar um companheiro eterno. Os jovens da Igreja são ensinados a esperar até que tenham, no mínimo, 16 anos para começarem a namorar e a saírem somente com pessoas de elevados padrões morais. Um rapaz e uma moça em um encontro são responsáveis por ajudar um ao outro a manter seus padrões e a proteger a honra e a virtude um do outro.

Informações Adicionais

Para o Vigor da Juventude, uma publicação da Igreja para rapazes e moças, contém os seguintes conselhos a respeito do namoro:

“Não namorem até que tenham pelo menos dezesseis anos de idade. Namorar antes disso pode levar à imoralidade, limitar o número de outros jovens que vocês poderão vir a conhecer e privá-los de experiências que os ajudarão a escolher um parceiro eterno.

Nem todos os adolescentes precisam namorar, ou desejam fazê-lo. Muitos jovens não namoram durante sua adolescência porque não estão interessados, não têm oportunidades, ou simplesmente porque desejam retardar a formação de relacionamentos sérios. No entanto, boas amizades podem e devem ser desenvolvidas em todas as idades.

Quando começarem a namorar, saiam em grupos ou em pares. Evitem sair sempre com a mesma pessoa. Certifiquem-se de que seus pais sejam apresentados àqueles com quem vocês saem. Vocês poderão convidar seu par para atividades com sua família. Planejem encontros que sejam positivos e não dispendiosos, e que os ajudem a conhecer melhor um ao outro. Façam coisas que ajudem vocês e seus companheiros a manter o auto-respeito e a permanecer próximos do Espírito do Senhor” (“Namoro”, pp. 24–25).

Mais Materiais para Estudo

  • “Atividades em Grupo: Base para um Bom Namoro” Manual das Moças 1, Lição 31

  • “Namoro” Para o Vigor da Juventude, pp. 24–25

  • “Decisões Sobre Namoro” Manual das Moças 3, Lição 35

  • “Escolher uma Companheira Eterna” Sacerdócio Aarônico 3, Lição 31

  • “Um Portador do Sacerdócio Aarônico Respeita as Mulheres” Sacerdócio Aarônico Manual 3, Lição 30

Ver Mais