Ajudar os Filhos a Entender Seus Irmãos com Deficiências

irmãs

Os filhos, às vezes, não estão informados sobre a deficiência de um irmão, possivelmente porque são muito jovens e inexperientes para entender o problema. Eles podem sentir temores, tais como, pensar que podem ter a deficiência ou que eles, de alguma forma, causaram a deficiência. Em muitos casos os irmãos demonstram compaixão e aceitação.

Quanto mais os filhos aprendem sobre seus irmãos e os entendem, mais fácil será para eles aceitá-los.

Reação dos Irmãos a uma Deficiência

As crianças expressam seus sentimentos de maneira diferente da dos adultos. Quando têm sentimentos negativos, os irmãos podem comportar-se de modo inaceitável para chamar a atenção, ou podem se isolar completamente.

Ajudar os Irmãos a Lidar com o Problema

Quanto mais os filhos aprendem sobre seus irmãos e os entendem, mais fácil será para eles aceitá-los.

  • Assim que compreender o diagnóstico de seu filho, explique-o a seus outros filhos. Explique de maneira simples e responda a suas perguntas honestamente.
  • Se seu filho com deficiência estiver em um programa especial, leve seus outros filhos para visitá-lo.
  • Você pode descobrir que seus outros filhos estão sentindo culpa, raiva, vergonha, ressentimento e tristeza. Converse com eles e ouça-os com frequência para saber como se sentem. Mostre-lhes, pelo exemplo, como expressar os sentimentos.
  • Converse honestamente com eles se eles se comportarem de maneira inaceitável. Reafirme seu amor por eles. Mostre a eles métodos aceitáveis de expressar sentimentos e frustrações.
  • Deixe que sejam crianças. Algumas vezes você talvez não queira ouvi-los expressar os sentimentos e outras vezes você pode esquecer que muitos filhos passam por períodos de sentimentos negativos em relação às outras pessoas como parte do processo de crescimento.
  • Veja as coisas do ponto de vista deles. Lembre-se do quanto você queria ser aceito quando tinha a idade deles.
  • Ensine seus filhos a lidar com situações embaraçosas.
  • Fique atendo às necessidades de todos os seus filhos. Por exemplo, cada filho deve ter um tempo a sós com você.
  • Ajude a família inteira a ver a criança com deficiência como outro importante membro da família. A criança não é uma criança deficiente, mas uma criança com uma deficiência: ela é em primeiro lugar uma criança, um filho de Deus.
  • Se possível, apresente seus filhos a outros filhos que tenham um irmão deficiente.