Pornografia


Qualquer material que mostre ou descreva o corpo humano ou a conduta sexual de forma a estimular desejos sexuais é pornografia. A pornografia é distribuída pelos mais variados meios de comunicação, inclusive nas revistas, livros, televisão, filmes, música e Internet. Ela é tão nociva ao espírito quanto o fumo, as bebidas alcoólicas e as drogas para o corpo. O uso de qualquer material pornográfico é uma violação ao mandamento de Deus: “Não (…) cometerás adultério (…) nem farás coisa alguma semelhante” (D&C 59:6). A pornografia pode conduzir a outros pecados graves. Os membros da Igreja devem abster-se de qualquer forma de pornografia e devem opor-se à sua produção, sua distribuição e seu uso.

Informações Adicionais

A pornografia é uma tragédia, porque vicia. Como outros vícios, ela leva as pessoas a experimentá-la e, em seguida, a buscar estímulos mais fortes. Aqueles que experimentam a pornografia e permanecem em suas malhas por vontade própria, descobrirão que ela os destruirá, degradando sua mente, seu coração e seu espírito. Ela lhes roubará o autorrespeito e a percepção que possuem das belezas da vida. Ela os arruinará e os conduzirá a pensamentos malignos, que possivelmente serão seguidos de atos perversos. Prejudicará terrivelmente seus relacionamentos familiares.

Como, por natureza, a pornografia vicia e pode causar mal ao corpo e ao espírito, os servos de Deus têm constantemente nos alertado a afastar-nos dela. Aqueles que estão envolvidos com pornografia devem parar imediatamente e procurar ajuda. Por meio do arrependimento, eles podem receber o perdão e encontrar esperança no evangelho. Os bispos e presidentes de ramo podem dar conselhos sobre como vencer esse problema. A Expiação de Jesus Cristo pode proporcionar a cura necessária, se as pessoas buscarem fervorosamente a ajuda do Senhor.

Ver também Castidade; Tentação

—Ver Sempre Fiéis (2004), pp. 137–138

Referências das Escrituras

Mateus 5:27-28
 
Romanos 6:12
 
Alma 39:9
 
Doutrina e Convênios 42:23
 

Mais Materiais para Estudo