Recato


O recato é uma atitude de humildade e decência no vestir, no cuidado pessoal, na linguagem e no comportamento. As pessoas recatadas não atraem atenção indevida; em vez disso, procuram “[glorificar] a Deus no (…) corpo e no (…) espírito” (I Coríntios 6:20; ver também I Coríntios 6:19).

Informações Adicionais

Vestuário e Apresentação

Caso tenhamos dúvidas quanto ao recato de nossas roupas ou de nossa aparência, façamos a nós mesmos esta pergunta: “Eu me sentiria bem com esta aparência se estivesse diante do Senhor?” Uma pergunta similar pode ser feita a nós mesmos em relação à linguagem que utilizamos e ao nosso comportamento: “Eu usaria estas palavras ou participaria desta atividade se o Senhor estivesse presente?” A resposta honesta a essas perguntas pode levar-nos a fazer importantes mudanças em nossa vida. Os profetas sempre nos aconselharam a vestir-nos com recato. Esse conselho fundamenta-se na verdade de que o corpo humano é uma criação sagrada de Deus. Precisamos respeitar nosso corpo como uma dádiva de Deus. Por meio das roupas e da aparência, podemos demonstrar ao Senhor que sabemos quão precioso é nosso corpo.

As roupas são a expressão de quem somos. Elas emitem mensagens sobre nós e influenciam a maneira como nós e os outros agimos. Quando temos uma boa aparência e nos vestimos recatadamente, conseguimos convidar o Espírito a permanecer conosco e exercemos uma boa influência sobre aqueles com quem convivemos.

O mandamento de sermos recatados tem como idéia central a compreensão do poder sagrado da procriação, a habilidade de trazer filhos a este mundo. Esse poder deve ser utilizado apenas entre marido e mulher. Roupas reveladoras ou sexualmente sugestivas, que incluem saias e shorts muito curtos, roupas apertadas e blusas que não cobrem a barriga, podem estimular desejos e atos que violam a lei de castidade dada pelo Senhor.

Ver Mais

Mais Materiais para Estudo