Sinais


Sinais são eventos ou experiências que demonstram o poder de Deus. Geralmente são milagrosos. Eles identificam e anunciam grandes eventos, como o nascimento, a morte e a Segunda Vinda do Salvador. Eles lembram aos filhos de Deus os convênios que o Senhor fez com eles. Os sinais também prestam testemunho de um chamado divino ou indicam a desaprovação do Senhor. A palavra sinal também é usada nas escrituras para indicar um memorial de algo que deve ser lembrado (ver Êxodo 13:1–10).

Informações Adicionais

Os sinais estão relacionados com os dons do Espírito. Muitas vezes são uma evidência de fé em Deus. Jesus Cristo, após Sua ressurreição, ensinou a Seus discípulos: “Sinais seguirão aos que crerem” (Marcos 16:17; ver também Mórmon 9:24-25).

Algumas pessoas alegam que acreditariam em Deus ou em Sua obra se pudessem receber um sinal. Mas a fé não vem por sinais; vem por meio do Espírito Santo, à medida que a pessoa estuda as escrituras e fervorosamente procura conhecer o plano de Deus. O Senhor revelou: “A fé não vem por sinais, mas sinais seguem os que creem” (D&C 63:9). Esses sinais são dados aos fiéis e obedientes para fortalecer sua fé e ajudá-los a realizar a vontade de Deus.

Como os sinais estão associados à fidelidade, os descrentes frequentemente zombam dos crentes, pedindo um sinal. Ao tentar Jesus Cristo, Satanás fez um pedido desdenhoso (ver Mateus 4:3, 6), assim como aqueles que crucificaram a Cristo (ver Mateus 27:40, 42). Jesus ensinou: “Uma geração má e adúltera pede um sinal” (Mateus 12:39). Sinais não são dados para produzir fé, mas para confirmar a fé e abençoar o fiel.

Ver também Fé; Obediência; Segunda Vinda de Jesus Cristo

Ver Mais

Mais Materiais para Estudo