New Experience
    Jovens Menu

    Três coisas que aprendi com Sam, um herói desconhecido

    Laura Fuchs Revistas da Igreja

    O exemplo silencioso de Sam me ensinou muito a respeito de ser fiel.

    Quando se pensa nos heróis do Livro de Mórmon, Sam provavelmente não é o primeiro a vir à mente. Falamos de Néfi, Lamã e Lemuel o tempo todo, mas o filho do meio, Sam, não é tão famoso como seus irmãos. Por mais estranho que seja, é por isso que acho que Sam é tão interessante. Mesmo não sendo tão famoso quanto Néfi, ele também é um gigante espiritual. Há muito o que aprender com ele, que normalmente ficava em silêncio durante a viagem de sua família para a terra prometida. Aqui estão três coisas que aprendi com Sam.

    1. Tudo bem se você for mais calado

    Sabemos muito sobre Néfi porque ele escreveu o primeiro livro do Livro de Mórmon. Sabemos que Néfi preferia falar em público do que escrever (ver 2 Néfi 33:1). Quanto a Sam, não há muito o que falar. O que não é dito sobre Sam é tanto quanto o que é dito. Há muitos exemplos de quando Lamã e Lemuel resmungaram e reclamaram. E os filhos de Ismael fizeram o mesmo. Até Leí e Saria se queixaram pelo menos uma vez. Mas não há nenhum registro de que Sam tenha reclamado! Ele simples e silenciosamente fez a vontade do Senhor em segundo plano.

    Não é preciso viajar com nossa família pelo deserto, como Sam, para ver outra pessoa se tornar o centro das atenções. Apesar de Néfi ser o irmão mais novo de Sam, foi ele quem ficou famoso.

    Às vezes é difícil se sentir feliz quando as pessoas ao nosso redor estão tendo sucesso. Eu tinha muito ciúme do meu irmão mais velho. Achava que ele tinha herdado todo o charme e beleza da família, deixando para mim (a mais nova) uma aparência e um jeito desajeitados. Quando seu amigo tem notas excelentes na escola ou quando sua irmã entra no time de futebol, é fácil ver o sucesso deles e se sentir ressentido. Mas isso não aconteceu com Sam. O exemplo de Sam me ajudou a perceber que não preciso ser o centro das atenções para receber a aprovação de Deus.

    2. Crer no testemunho de outras pessoas é um dom do Espírito

    Sam poderia facilmente ter sentido inveja do fato de seu irmão mais novo ter recebido visões e escrito sua história em placas enquanto ele apenas acompanhava a viagem pelo deserto. No entanto, em vez de sentir inveja das experiências espirituais de seu irmão, Sam foi humilde o bastante para ouvir seu irmão falar de suas visões e crer nelas (ver 1 Néfi 2:17).

    Essa capacidade de acreditar em seu irmão é de fato um dom espiritual, mas não falamos muito sobre esse dom. Algumas pessoas obtêm seu testemunho de Jesus Cristo diretamente do Espírito, mas outras (como Sam) obtêm o testemunho ao ouvirem outras pessoas testificarem (ver Doutrina e Convênios 46:13–14). Sam foi abençoado com o dom espiritual de acreditar nas palavras de seu irmão. Ele não exigiu ter a mesma visão nem disse, como Lamã e Lemuel, que Deus não lhe respondeu (ver 1 Néfi 15:9). Ele simplesmente deu ouvidos a Néfi e ao Espírito e acreditou.

    3. O modo como você serve significa mais do que onde você serve

    Apesar de seu chamado não ter sido tão visível como o de seu irmão caçula, Sam era fiel e recebeu a promessa de que receberia as mesmas bênçãos concedidas a Néfi. “Bendito és tu”, disse Leí, “pois herdarás a terra como teu irmão Néfi. E tua semente será contada com a semente dele; e tu serás como teu irmão e teus descendentes como os descendentes dele; e serás abençoado durante todos os teus dias” (2 Néfi 4:11).

    Todos temos experiências únicas na vida. O simples fato de alguém servir em um chamado mais visível, ou parecer ter experiências espirituais mais emocionantes, não significa que Deus ama essa pessoa mais do que ama você. Todos seremos abençoados de acordo com nossa diligência em quaisquer provações e oportunidades que nos forem dadas. Apesar de Sam não ter declarado “eu irei e cumprirei” (1 Néfi 3:7), ele foi e cumpriu! Assim, seja você um Néfi ou um Sam, desde que seja fiel, receberá as mesmas bênçãos eternas.

    Veja este artigo sobre como aprender com outros heróis menos conhecidos do Livro de Mórmon.

    Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

     
    1000 caracteres restantes

    Compartilhe sua experiência