fecha
Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Vencer o vício da pornografia

Viciei-me em pornografia. Isso está arruinando minha vida. O que posso fazer para me arrepender e vencer o vício?

A pornografia é um problema generalizado e sério. Prejudica seu espírito e suja sua mente com pensamentos impuros. Atrapalha seus relacionamentos. O fato de ver pornografia faz você perder a companhia do Espírito Santo.

Não é fácil vencer o vício, mas é simples: decida agora mesmo que vai parar de ver pornografia e pensar nisso. Fale imediatamente com seu bispo ou presidente de ramo. Não se sinta constrangido de falar com ele. Ele pode ajudá-lo a se arrepender para que a Expiação do Salvador possa purificar seus pensamentos e seu espírito. “Desta maneira sabereis se um homem se arrepende de seus pecados — eis que ele os confessará e abandonará” (D&C 58:43).

Faça tudo a seu alcance para manter distância da pornografia no futuro. Para isso, talvez seja preciso abrir mão de seu telefone celular e seu acesso à Internet, exceto em locais públicos e com potentes filtros de Internet instalados.

Faça da oração, do estudo das escrituras, do serviço e de outras atividades edificantes o foco de sua vida. O Senhor ensinou: “Cessai (…) todas as vossas concupiscências” e “que a virtude adorne teus pensamentos incessantemente” (D&C 88:121; 121:45). Com o arrependimento sincero e a ajuda do Salvador e de Seus servos escolhidos, você pode vencer esse vício.

Aprenda a vencer os efeitos da pornografia por meio da Expiação de Jesus Cristo.

Nunca desista

A pornografia arruinou minha vida, mas finalmente superei o vício depois de muito sofrimento. O processo de arrependimento será longo e difícil, mas ore sinceramente todos os dias para pedir ajuda ao Senhor durante essa tribulação. Nunca ache que é indigno de se arrepender, pois a Expiação é para todos. Lembre-se também que a cada vez que você for tentado Satanás quer fazê-lo pecar. Mas a decisão de sucumbir à tentação ou de ignorá-la será sempre sua. Nunca desista de si mesmo ou do Senhor, pois Ele não lhe dará nenhuma provação que você não possa suportar (ver 1 Néfi 3:7).

Uma jovem de Victoria, Austrália

Confessar

Eu tive esse problema. Ele ainda me atormenta. Primeiramente, pare de ver pornografia. Aproxime-se do Pai Celestial. Senti que Ele me perdoou quando eu achava que não poderia ser perdoada. Então achei que estivesse tudo bem. Eu não queria que ninguém tomasse conhecimento do problema, pois tinha muita vergonha. Mas isso é algo que é preciso contar ao bispo. Tentei pular essa etapa. Mas eu ouvia repetidas vezes: “Se você tem um problema com a pornografia, procure o bispo”. Certo dia, em minha entrevista para a recomendação para o templo, acabei contando. Senti-me ótima depois. Eu estava livre. Um fardo tinha sido retirado. Depois, contei a meus pais. Ficaram tristes, mas aceitaram. Não tenha medo de se abrir.

Uma jovem do Tennessee, EUA

Conte a alguém

Fui escravo da pornografia por muito tempo. Foi só com o apoio de meus pais e o auxílio de meu bispo que finalmente me libertei. O fato de ter menos acesso à Internet ou passar algumas semanas sem tomar o sacramento é um preço pequeno a pagar pela alegria de estar limpo. Você também pode contar com a ajuda de psicólogos, que não vão julgá-lo. Eles também são uma ferramenta que o Senhor nos concedeu.

Um rapaz da Califórnia, EUA

Converse com seu bispo

Procure o bispo o quanto antes. É difícil dar o primeiro passo, mas é preciso falar com ele para se arrepender. Ele não vai zombar de você nem desprezá-lo. Ele se preocupa com você e quer apenas o melhor para você. Jesus Cristo sofreu por seus pecados para que você possa se sentir livre da culpa e da tristeza esmagadoras que você vem sentindo há tanto tempo (ver Alma 5:9). Não é tarde demais para mudar. Você pode voltar a sentir a verdadeira alegria. Peça a Deus que lhe dê coragem para se arrepender.

Taylor P., 18 anos, Carolina do Norte, EUA

Cante um Hino

A pornografia não é de Deus. O processo de arrependimento é longo e doloroso, mas é possível! Você precisa ter o desejo de mudar, perceber a gravidade do pecado e, acima de tudo, pedir ajuda ao Pai Celestial. Para evitar cair em tentação, tenho uma gravura de Jesus Cristo ao lado de meu computador. Ele está sempre lá me observando! Sempre que imagens ou músicas pornográficas me vêm à mente, canto um hino e logo essas coisas malignas são esquecidas.

Natália Q., 18 anos, São Paulo, Brasil

Orar

O poder da oração é indescritível. Ela nos dá forças para suportar a adversidade e alcançar a vitória (ver D&C 10:5). Se você buscar o Pai Celestial em oração, Ele lhe dará forças para se livrar da tentação. Se ler as escrituras diariamente, vai se fortalecer ainda mais. Se você confiar no Senhor e não em sua própria força, Ele vai libertá-lo das cadeias que o acorrentam. É por meio da Expiação que você pode ser curado.

Gian G., 18 anos, Rivera, Uruguai

Leia as escrituras

Ore pedindo forças. Enos orou durante um dia inteiro, suplicando ao Senhor o perdão de seus pecados. Por meio de sua fé, sentiu grande paz e a culpa desapareceu. Leia as escrituras para ter o Espírito Santo, pois, ao contar com Sua companhia, não pensará nem fará coisas impuras. Leia Salmos 24:3–5 (sobre conservar-se puro). Mantenha-se ocupado: pratique esportes, saia para se divertir de modo salutar e não se deixe influenciar por falsos amigos. Quando as tentações chegarem, seja determinado e as rejeite. Lembre-se de que o Pai Celestial sabe tudo o que você pensa e faz.

Ana G., 17 anos, Zulia, Venezuela

Como se proteger das tentações

“Comecem afastando-se de pessoas, materiais e situações que o colocarão em risco. (…)

Conscientizem-se de que pessoas escravizadas pelas cadeias de vícios reais precisarão de mais ajuda do que podem conseguir sozinhas. Vocês podem ser uma dessas pessoas. Procurem e aceitem essa ajuda. Conversem com seu bispo. Sigam o conselho dele. (…)

Além dos filtros nos computadores e do refreamento das paixões, lembrem-se de que o único controle real na vida é o autocontrole. Exercitem seu controle mesmo nos momentos de natureza questionável com que se depararem. Se o programa de televisão for indecente, desliguem o aparelho. (…)

Promovam a presença do Espírito do Senhor e estejam onde Ele está. Cuidem para que isso inclua sua própria casa ou seu apartamento, determinando o tipo de obras de arte, música e literatura que colocam ali.”

Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, “Não dar mais lugar ao inimigo de minha alma”, A Liahona, maio de 2010, p. 44.

Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes

25 Maneiras em 25 Dias: 1º–4 de Dezembro