Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Educação

Craig A. Cardon Dos Setenta

O aumento do conhecimento nos dá a oportunidade de exercer maior influência no cumprimento dos propósitos do Senhor.

Com grande ansiedade e preocupação em relação ao bem-estar da alma deles, Jacó ensinou ao povo de Néfi “sobre as coisas presentes e futuras” (2 Néfi 6:4). Aquelas pessoas eram seu povo, e ele as amava. Ensinou-lhes quem realmente eram e quais eram as promessas do Senhor concernentes a elas. Ao ensinar-lhes sobre o Salvador, ele exclamou: “Oh! Quão grande é a santidade de nosso Deus! Pois ele conhece todas as coisas e não há nada que não conheça” (2 Néfi 9:20; grifo do autor).

Isso é algo relevante de se lembrar ao ponderar a importância da educação. Séculos antes, em outra parte do mundo, o patriarca Abraão “[buscou] as bênçãos dos pais” e desejou “também ser possuidor de grande conhecimento e ser maior seguidor da retidão e possuir maior conhecimento” (Abraão 1:2).

Todos vocês são filhos e filhas amados de Deus1 e “[são] os filhos dos profetas; e [são] (…) do convênio que o Pai fez com [Abraão]” (3 Néfi 20:25). Como Abraão, vocês têm dentro de si a capacidade de “possuir maior conhecimento” ao ser instruídos em coisas que “vos convém compreender” (D&C 88:78).

O Senhor indicou que o conhecimento desejável inclui “tanto as coisas do céu como da Terra e de debaixo da Terra; coisas que foram, coisas que são, coisas que logo hão de suceder; coisas que estão em casa, coisas que estão no estrangeiro; as guerras e complexidades das nações e os julgamentos que estão sobre a Terra; e também um conhecimento de países e reinos” (D&C 88:79).

Por que? Por que adquirir instrução é tão importante? O próprio Senhor deu-nos uma explicação maravilhosa: “Para que estejais preparados em todas as coisas, quando eu vos enviar outra vez para magnificardes o chamado com o qual vos chamei e a missão com a qual vos comissionei” (D&C 88:80).

Neste mundo cada vez mais complexo, a educação é uma das aquisições mais importantes da vida. Embora seja verdade que um nível educacional mais elevado costuma conduzir a oportunidades de maiores recompensas materiais, o maior valor do aumento do conhecimento é a oportunidade que isso nos dá de exercer maior influência no cumprimento dos propósitos do Senhor. Como explicado no livreto Para o Vigor da Juventude: “A educação é uma parte importante do plano do Pai Celestial para ajudar você a tornar-se mais semelhante a Ele. Ele quer que você eduque a mente e desenvolva seus talentos e suas aptidões, sua habilidade de agir bem em suas responsabilidades e sua capacidade de apreciar a vida”.

Seja instruído e dê ouvidos ao Senhor. Ele vai abençoá-lo e o fará prosperar no cumprimento de Seus propósitos.

O Profeta Joseph Smith seguiu a mesma linha ao ensinar: “Há poder no conhecimento. Deus tem mais poder do que todos os seres, porque Ele tem conhecimento maior”.

Por bons motivos, a educação formal requer que você se empenhe por vários anos num vasto leque de aptidões e assuntos, alguns dos quais talvez não lhe sejam familiares, ou que você não considere particularmente agradáveis de estudar. Apesar disso, você deve ser diligente em seus estudos, pois isso amplia seus horizontes e expande a capacidade de aprendizado de sua mente também em outras áreas. Sem dúvida, sua exposição a um vasto âmbito de aptidões e assuntos básicos lhe dá a oportunidade de identificar aqueles pelos quais você tem interesse genuíno. Com esse interesse, ao prosseguir nos estudos, você terá a oportunidade de buscar conhecer com maior profundidade as coisas das quais você verdadeiramente gosta.

O Presidente Henry B. Eyring, Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência, compartilhou um conselho valioso que recebeu do pai, que o aconselhou a procurar instruir-se em algo que “você ame tanto que, quando não tiver nada para pensar, seja nisso que você pense”. Minha mulher e eu aconselhamos nossos filhos a buscarem uma formação educacional e uma carreira que lhes fossem tão interessantes que os fizessem querer “sair logo para trabalhar”.

Jacó advertiu seu povo contra a “fraqueza e a insensatez dos homens!” Explicou: “Quando são instruídos pensam que são sábios, e não dão ouvidos aos conselhos de Deus”. Acrescentou então esta verdade enobrecedora: “Mas é bom ser instruído, quando se dá ouvidos aos conselhos de Deus” (2 Néfi 9:28–29).

Seja instruído e dê ouvidos ao Senhor. Ele vai abençoá-lo e o fará prosperar no cumprimento de Seus propósitos.

Erro no envio de formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes