Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Voltar ao Seminário

Whitney Wallace Denney

Minhas noites estavam cheias. Eu tinha tempo para o seminário?

No penúltimo ano do ensino médio, eu trabalhava longe da minha família em Washington D.C., em um programa cujas aulas se iniciavam às 6h45. Quando a escola terminava, o trabalho no Capitólio continuava até às 17h30, no mínimo. O seminário começava às 18h e tomava uma hora e meia de minha noite. Raramente tinha tempo para terminar a lição de casa antes de cair — esgotado — na cama. Eu não tinha tempo, disse a mim mesmo, para fazer tudo, e decidi que o seminário era a única coisa que poderia deixar de lado.

Então, eu saí do seminário. Eu estava confiante de que iria conseguir cumprir a carga horária de alguma forma e que ainda seria capaz de me formar, e disse a mim mesmo que não ir ao seminário por alguns meses não iria afetar minha entrada no reino celestial ou me fazer perder o testemunho.

Tudo parecia bem, exceto que minhas notas caíram. Minha professora de matemática me fez ficar na aula de reforço por uma hora todas as noites durante várias semanas. Depois de três meses sem ir ao seminário, meu amigo me convenceu a ir só uma vez numa noite de sexta-feira. Concordei com relutância. No fundo, eu realmente queria ir, mas estava muito constrangido por ter que entrar timidamente na sala de aula depois de minha ausência de três meses.

No entanto, minha perspectiva toda mudou no momento em que entrei na sala. Um sentimento de paz e alegria tomou conta de mim, tirando meu constrangimento e apreensão. Não podia acreditar que tinha tirado da minha vida uma fonte constante de força e a paz, especialmente em uma época em que estava longe de minha família e precisava de mais forças para servir de testemunha de Cristo. Fiquei me perguntando como eu pude ter saído do lugar que me fazia feliz. Naquela noite, assumi um compromisso de frequentar o seminário constantemente.

Cumpri esse compromisso e nunca mais tive que ficar na aula de reforço novamente. Embora eu ainda lutasse com a matemática, minhas notas melhoraram, permaneceram altas, e passei com uma boa nota. Sei que o Pai Celestial providenciou um meio para eu seguir Seus mandamentos e que Ele me abençoou para que eu fizesse mais em Suas mãos do que eu faria por mim mesmo.

Erro no envio de formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes