fecha
Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Como definir a si mesmo

Élder Dallin H. Oaks Do Quórum dos Doze Apóstolos

Lembre-se sempre de que você é filho ou filha de Pais Celestiais, procurando se qualificar para sua herança eterna sob esse parentesco.

Tome cuidado com a maneira como você se caracteriza. Não se caracterize nem defina a si mesmo por meio de alguma qualidade temporária. A única qualidade que deve nos caracterizar é a de que cada um de nós é filho ou filha de Deus. Esse fato transcende todas as outras características, incluindo raça, profissão, características físicas, reputação e, até mesmo, filiação religiosa.

No entanto, há aqueles entre nós que escolhem se definir por alguma outra característica. Pode ser que seja “o patriota”, o torcedor de um time, uma pessoa do Nordeste, o ruivo, um ótimo jogador de basquete ou alguém malsucedido.

Temos nosso arbítrio e podemos escolher qualquer característica para nos definir. Mas precisamos saber que, quando decidimos nos definir ou nos apresentar por intermédio de alguma característica que é temporária ou trivial, em termos eternos, deixamos de salientar o que é mais importante a nosso respeito e enfatizamos exageradamente algo que é relativamente pouco importante. Isso pode nos levar a tomar decisões erradas e prejudicar nosso progresso eterno.

Por exemplo, uma pessoa que diz que é “um fracasso” tende a procurar — ou incentivar outras pessoas a procurar — coisas que expliquem seu comportamento nesses termos. Isso tem uma consequência muito diferente se ela e outras pessoas entendessem sua característica de não realizar muitas coisas como simplesmente uma tendência temporária que precisava ser corrigida ao buscar uma graduação, um emprego ou a vida eterna. Lembre-se sempre de que você é filho ou filha de Pais Celestiais, procurando se qualificar para sua herança eterna sob esse parentesco.

Como exemplo positivo de autodescrição, vou citar nossa filha, Jenny Oaks Baker. Como violinista reconhecida nacionalmente, ela poderia facilmente se identificar como uma grande violinista que também é mãe de três filhas mais novas e um filho. Fico feliz por ela não fazer isso. Ela pensa em si mesma como uma mãe que também é violinista, e ela organiza suas prioridades dessa maneira.

Como você colocou isso em prática?

“Nasci com uma fissura labiopalatal. Por causa disso, tenho problemas para fazer amigos e as pessoas caçoam da maneira como falo. Mas não permito que isso me defina. Eu poderia reclamar ou culpar as coisas que acontecem comigo por causa disso, mas não faço isso. Não permito que as pessoas me incomodem, porque sei que sou filha de Deus e que Ele me ama. Não permito que outras pessoas decidam quem sou; decido quem sou por causa do que sei!”

Raquel W., 15 anos, Arizona, EUA

Compartilhe suas experiências

O que você tem feito para seguir o conselho do élder Oaks? Clique a seguir para compartilhar sua experiência.

Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes

25 Maneiras em 25 Dias: 1º–4 de Dezembro