Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Como Nunca Mais Ter uma Aula Entediante na Igreja Novamente

Ted Barnes Editor de Currículo da Igreja

Aprenda seu papel essencial no novo método de ensino de domingo.

Pense na última vez em que esteve em uma aula da Igreja e estava tendo uma experiência espiritual tão boa que não queria que a aula chegasse ao fim. Espero que não tenha que voltar muito no tempo para se recordar. O que fez com que a aula fosse tão significativa? O que o professor fez? Melhor ainda, o que você fez?

Certa vez um homem perguntou ao Presidente Spencer W. Kimball: “O que você faz quando está em uma reunião sacramental entediante?” Sua resposta foi um pouco surpreendente: “Não sei. Nunca estive em uma” (ver Donald L. Hallstrom, “Convertidos a seu Evangelho por Intermédio de sua Igreja”, A Liahona, maio de 2012, p. 15). 

Talvez o Presidente Kimball não tenha ido à sua ala — ou talvez encare a ida à Igreja de maneira um pouco diferente. Talvez ele tenha se preparado de modo diferente, participado de maneira diferente e vivido de forma diferente como resultado de suas experiências.

Por Que Você Vai à Igreja ?

As pessoas vão à Igreja por motivos diferentes, mas se formos para sermos entretidos, é provável que fiquemos decepcionados. Até mesmo ir à Igreja para obter novas informações sobre o evangelho pode não ser o melhor motivo.

O Élder Dallin H. Oaks, do Quórum dos Doze Apóstolos, disse que nossa meta final é “muito mais do que a aquisição de conhecimento. Não basta sequer que sejamos convencidos pelo evangelho, precisamos agir e pensar de modo a sermos convertidos a ele. Ao contrário das instituições do mundo, que nos ensinam a saber algo, o evangelho de Jesus Cristo desafia-nos a tornarmo-nos algo” (“O Desafio de Tornar-se], A Liahona, janeiro de 2001, p. 32). 

O propósito do evangelho é mudar-nos — mudar não apenas nosso ponto de vista e nossos pensamentos, mas também nossas ações e nosso coração. Talvez para alguns de nós a conversão venha em um momento extraordinário em uma aula da escola dominical. Mas para a maioria de nós, o que acontece na Igreja é apenas um passo no longo caminho da conversão ao longo da vida. O que você faz antes e depois da aula pode ser tão importante quanto a própria aula.

Tal Como um Facho

Pense nos preparativos que você faz quando quer acender uma fogueira. Você provavelmente junta bastante lenha seca para o fogo pegar facilmente. Então, depois que a fogueira acendeu, você alimenta o fogo com pedaços maiores madeira. E se quiser que o fogo dure um bom tempo, você continua a tomar conta da fogueira e acrescenta lenha conforme necessário.

Nossas experiências na Igreja podem levar ao fogo da conversão somente se estivermos preparados — se estamos em uma condição espiritual adequada para receber a chama e mantê-la acesa dentro de nós.

Espiritualmente falando, nossas experiências na Igreja podem levar ao fogo da conversão somente se nós estivermos preparados — se estamos em uma condição espiritual de receber a chama e mantê-la acesa dentro de nós.

Este fogo vai manter-se aceso somente se continuarmos a alimentá-lo — se buscarmos conhecimento mais profundo em nosso estudo pessoal das escrituras, se compartilhamos com outras pessoas o que estamos aprendendo e se nos arrependermos e nos esforçamos para viver o evangelho mais plenamente.

Considerar Algo Pessoal

Lembre-se de que o propósito de estudar o evangelho é converter-nos, mudar-nos, tornar-nos mais semelhantes ao Salvador. Isso só acontece se fazemos uma conexão entre o evangelho e a nossa vida pessoal. Então, quando você for às aulas, compartilhe suas experiências e faça perguntas. Pondere por que o evangelho é importante para você.

Por exemplo, quando você aprende que todos nós vivíamos como filhos espirituais do Pai Celestial antes de virmos à Terra, que diferença isso faz em sua vida? Como isso afeta a maneira com que você se vê? Ou os outros? Como isso muda a maneira de encarar suas provações? Como isso influencia as escolhas que você faz?

Fazer perguntas como essas pode transformar uma aula da escola dominical em uma experiência transformadora em sua vida.

Encontre as Joias

Vocês já teve a experiência de encontrar algo excepcional nas escrituras ou nas palavras dos profetas vivos — não algo que alguém encontrou para você, mas algo que descobriu sozinho? Talvez você tenha lido um versículo no Livro de Mórmon que parecia descrever sua própria situação no lar ou na escola. Ou talvez tenha ouvido o Presidente Thomas S. Monson dizer algo, e parecia que ele estava falando diretamente para você. Estes são os tipos de experiências que você pode ter nas aulas da Igreja, se as procurar — se for às aulas com o espírito e a atitude corretos.

Lembre-se de que o propósito de estudar o evangelho é converter-nos, mudar-nos, tornar-nos mais semelhantes ao Salvador. Isso só acontece se fazemos uma conexão entre o evangelho e a nossa vida pessoal.

Quando pedirem que você leia uma escritura na sala de aula, não leia apenas; explore aquele versículo! Há joias preciosas na palavra de Deus; encontre-as! E quando as encontrar, compartilhe-as com a classe. Explique por que elas são significativas para você. Descreva a diferença que fazem em sua vida. O que você pode fazer é apenas inspirar as pessoas a explorar as escrituras por si mesmos.

Não Deixe que Termine Rápido Demais

Vamos à Igreja poucas horas por semana. Se essa for toda a nutrição espiritual que recebemos, então vamos nos sentir subnutridos espiritualmente. Depois de fechar as escrituras, fazer uma oração de encerramento e empilhar as cadeiras, continue a ponderar e explorar as coisas que discutiram em classe. Faça do assunto objeto de seu estudo pessoal das escrituras. Busque respostas às perguntas que tiver.

Siga o exemplo de Joseph Smith. Depois de ler uma escritura que o tocou profundamente, ele não parou de pensar naquelas palavras. Em vez disso, “[refletiu] repetidamente sobre [elas]”. Ele sentiu que aquela orientação era para ele. Então fez o que a escritura dizia. (Ver Joseph Smith — História 1:11–13.) Quão diferente seria o mundo hoje se a experiência de Joseph com Tiago 1:5 tivesse terminado quando ele fechou a Bíblia?

Aprendizes que Agem

Você consegue ver que a qualidade de suas experiências de aprendizado do evangelho tem tanto a ver com você como com seus professores? Consegue ver que tem tanto a ver com o que você faz fora da aula como o que faz durante a aula?

O Élder David A. Bednar, do Quórum dos Doze Apóstolos, ensinou recentemente: “Os jovens precisam cada vez mais se tornar aprendizes que agem, (…) e não apenas alunos passivos que recebem a ação” (“O Coração dos Filhos Voltar-se- á”, A Liahona, novembro de 2011, p. 27). 

É possível nunca mais ter uma aula entediante na Igreja novamente. É uma escolha sua vir às aulas preparado espiritualmente, participar com interesse na descoberta das verdades do evangelho por si mesmo e fazer dessas verdades parte de sua vida.

Para saber mais, veja esses vídeos e ouça os jovens que fizeram de seu aprendizado experiências do evangelho mais significativas.

Erro no envio de formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes