fecha
Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Mecânica de voo

Richard M. Romney Church Magazines

Um avião pode ensinar muito sobre obediência, revelação e orientação espiritual.

Aos 18 anos de idade, eu me tornei mecânico de aviões. Não era algo que eu sonhava fazer. Foi a função que recebi como recruta na Guarda Aérea Norte-Americana. Terminei o treinamento básico e comecei o treinamento técnico. Lá descobri que eu não sabia quase nada sobre a mecânica de um voo, mas logo me especializei nos princípios básicos.

Duas forças

Aprendi que, para voar, um avião necessita de duas forças:

  1. Empuxo, ou impulso para a frente, a uma velocidade suficiente para criar força de ascensão. O empuxo supera a força de arrasto, que é a resistência ao movimento.
    Avião
  2. Sustentação, que é criada pela diferença na pressão do ar passando sobre a asa e o ar passando sob a asa (em termos científicos, isso é conhecido como princípio de Bernoulli). A sustentação supera a força da gravidade, que de outra forma puxaria o avião de volta a terra.
    Asa do avião

Correção de rota

Evidentemente, há muitas outras coisas acontecendo quando um avião voa, mas muito de um voo pode ser resumido em dois princípios adicionais.

  1. Os auxílios de navegação ajudam o piloto a manter o avião na rota certa. Incluem medidores e mostradores na cabine, mas também sinalizadores de radar e contato de voz com a torre de comando.
  2. Os controles de voo facilitam a mudança de direção. Incluem lemes (um flap na cauda do avião), ailerons, compensadores de arfagem (pequenos flaps nas asas), grandes flaps e spoilers, lâminas e estabilizadores. Eles permitem que o avião gire, suba, desça, vire e volte gentilmente a terra quando for a hora de aterrissar.

Apoio em terra firme.

Por fim, há outra coisa que aprendi quando era mecânico: os pilotos dependem da equipe de terra. A equipe de terra prepara o avião para voar, guia a aeronave até a pista e, na pista, realiza inspeções antes e após o voo e executa ou recomenda a manutenção. A equipe de terra é responsável pela conservação e segurança da aeronave.

Diagrama de um avião

 

O que isso tem a ver com você

Parafraseando o Presidente Dieter F. Uchtdorf, Segundo Conselheiro na Primeira Presidência: “Agora, vocês podem estar se perguntando: o que essas experiências de voo têm a ver com o [evangelho]?”

Esta é a minha resposta.

Sustentação espiritual

A obediência às leis e ordenanças do evangelho incentiva a ação. Ela fornece impulso espiritual que cria a sustentação espiritual. A obediência contínua nos dá sustentação contínua e nos mantém em movimento. Permite elevar-nos acima do mundo, onde podemos ver claramente como retornar ao Pai Celestial.

Correção de rota

Depois que você foi batizado, recebeu o Espírito Santo, o melhor de todos os dispositivos de navegação espiritual. Se você continuar obediente, a voz mansa e delicada vai fornecer constante inspiração sobre o que fazer, para onde ir e como agir. Se você ouvir atentamente, ela vai guiá-lo.

Mas cabe a você usar os meios que o Senhor proporcionou para corrigir sua rota. Alguns deles são postos de controle — você está orando regularmente, estudando as escrituras, participando das reuniões, preparando-se para ir ao templo e frequentando-o? E incluem o arrependimento, que permite que você faça ajustes maiores e menores de direção, altitude e estabilidade espiritual. Assim como um piloto verifica aparelhos, mapas e ponteiros, você pode verificar regularmente se está indo no caminho certo e, se tiver saído do curso, faça quaisquer modificações necessárias para voltar ao correto plano espiritual de voo.

Certificação espiritual

Como piloto, você deve confiar em sua equipe espiritual de terra. Ela inclui seus pais, líderes dos Rapazes ou das Moças, o bispo e seus conselheiros, os mestres familiares, os professores do Seminário e amigos justos. Pense nas entrevistas com eles como inspeções antes e após o voo. Assim como um avião é inspecionado em intervalos regulares, você terá oportunidades para verificar sua preparação para voar durante as entrevistas regulares. Sua tripulação espiritual de terra vai ajudá-lo a avaliar suas habilidades, preparar seu plano de voo e aconselhá-lo sobre a velocidade do vento espiritual e possíveis turbulências. Certas atividades, como ir ao templo, vão exigir a verificação de sua autorização para a decolagem.

Durante o voo, você terá sua própria torre de controle espiritual. Os discursos da conferência geral, por exemplo, são como ouvir um controlador de voo que pode ver todos os aviões ao mesmo tempo e dar instruções de navegação de longo alcance. A obediência aos conselhos dados vai ajudá-lo a ficar longe de possíveis perigos. Na verdade, as escrituras referem-se aos líderes da Igreja como sentinelas na torre (ver D&C 101:45).

Pronto para voar

Mesmo que a maioria de minhas experiências com aviões tenha vindo de meu trabalho como parte da equipe de terra, também tive a oportunidade de voar várias vezes. É sempre emocionante, sempre inspirador. De fato, talvez esta seja outra lição que aprendi por estar perto dos aviões: em um sentido espiritual, nós nascemos para voar. Somos filhos do Pai Celestial e Ele quer que alcancemos patamares espirituais elevados. Como Seus filhos, devemos nos dirigir ao céu porque, com Sua ajuda, podemos sempre alçar voos cada vez mais altos.

Compartilhe sua experiência

Como a obediência aos mandamentos do Pai Celestial o ajudaram a alçar voos mais altos? Compartilhe sua experiência abaixo.

Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes

25 Maneiras em 25 Dias: 1º–4 de Dezembro