Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Perder a Copa do Mundo

Suzana Alves de Melo

Há um esporte que todos amam no Brasil: o futebol. E não há evento mais importante no futebol do que a Copa do Mundo. Portanto, quando Fabiana Silva, membro da Ala Brasil, Estaca Vitória da Conquista Brasil, ganhou um concurso e teve a chance de viajar para assistir à Copa do Mundo de 1998 na França, ela ficou muito entusiasmada! Mas ela não tinha ideia de que isso se tornaria uma oportunidade missionária.

Os outros vencedores do concurso não puderam deixar de notar os padrões de Fabiana ao assistir a vários jogos de futebol, quando o Brasil se aproximava da final contra a França. Eles respeitavam seu modo recatado de vestir, sua atitude positiva e sua linguagem pura. Esse respeito se transformou em descrença, porém, quando ela lhes disse que não assistiria ao jogo porque seria realizado no domingo.

Apesar das pressões e até da ridicularização do grupo, Fabiana ficou firme. No domingo, ela ficou lendo escrituras em seu quarto de hotel, porque não sabia onde encontrar uma capela local. O Brasil perdeu; e o grupo voltou para casa.

Poucas semanas depois, Fabiana ficou surpresa ao receber uma carta de Fábio Fan, outro vencedor do concurso, que morava no outro lado do país. Ele disse que havia ficado impressionado com os padrões dela e que estava pesquisando a Igreja. Mais tarde, ele enviou outra carta: tinha sido batizado. Fábio então ajudou a levar outros membros de sua família para a Igreja e serviu uma missão.

Fabiana também serviu uma missão, em Campinas, Brasil, para a qual estava bem preparada porque já tinha aprendido que a sua “ferramenta mais eficaz [eram] as boas qualidades de [sua] própria vida” (Gordon B. Hinckley, “Encontrem as Ovelhas e Apascentem-nas”, A Liahona, julho de 1999, p. 121).

Erro no envio de formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes