Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Poder nos Convênios

Um convênio é uma promessa, mas também é muito mais que isso.

Quando você ouve a palavra convênio, o que lhe vem à mente? Se você disse, “uma promessa de mão dupla com Deus”, está certo.

Mas um convênio com nosso Pai Celestial é também muito mais que isso. Nessa promessa sagrada, há poder, força, segurança e paz. Se parar um pouco para pensar nos convênios que fez e que vai fazer na vida e se cumprir sua parte, você começará a se sentir e a viver de modo diferente. Os convênios influenciam seu modo de agir e o inspiram em suas escolhas.

Aqui estão alguns convênios que fizeram diferença na vida de alguns jovens.

Marcus A., 17 anos, Utah, EUA: “Um convênio o mantém no caminho estreito e apertado, o ajuda a ter uma vida melhor e lhe dá maior compreensão.”

Efraín V., 14 anos, Nova Zelândia: “O fato de eu ter feito convênios com o Pai Celestial me deu oportunidades de crescer espiritualmente e de ser um membro mais fiel. Toda vez que vou fazer algo, penso nos convênios que assumi com nosso Pai Celestial e me pergunto se estou cumprindo as promessas que fiz a Ele quando fui batizado e quando recebi o sacerdócio. Os convênios que fiz com nosso Pai Celestial me ajudam a permanecer firme no evangelho e a um dia voltar a viver com Ele.”

Bradford A., 16 anos, Arizona, EUA: “Lembro quando fui batizado. Nunca me senti tão feliz porque aquele era meu primeiro convênio. Depois, foi quando recebi o sacerdócio. Foi a mesma felicidade. Eu tinha um enorme sorriso no rosto quando entendi que havia feito um convênio com Deus. Quando ouço os jovens zombarem da Igreja, lembro-me da felicidade e de que é um convênio com Deus, e não com as pessoas.”

Naomi A., 15 anos, Guadalajara, México: “Os convênios que fazemos trazem muitas bênçãos para nós e nossa família. Por exemplo: quando somos batizados adquirimos a capacidade de mudar, de ser melhores. Os convênios que fazemos com nosso Pai Celestial edificam a fé que precisamos ter para permanecer leais ao evangelho.”

“Incentivo cada um a qualificar-se para receber todas as ordenanças do sacerdócio que for possível e, então, guardar as promessas feitas por convênio. Em épocas de desânimo, deixem que seus convênios sejam preeminentes e que sua obediência seja perfeita. Depois, podem pedir com fé, sem nada duvidar, de acordo com a sua necessidade, e Deus responderá. Ele os susterá” (Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, “O Poder dos Convênios”, A Liahonae Ensign, maio de 2009, p. 19).

McKenna M., 18 anos, Califórnia, EUA: “No verão passado fomos muitas vezes ao templo para fazer batismos pelos mortos. Ao guardar meus convênios indo ao templo e fazendo o que é certo, recebi muitas bênçãos. Fiquei muito estressada com os exames finais. Fui ao templo, e com isso tudo ficou melhor. O cumprimento de meus convênios torna a vida muito mais fácil e bem mais feliz.”

Seth A., 12 anos, Cidade do México, México: “No primeiro dia em que distribuí o sacramento como diácono, eu estava muito nervoso. Então me lembrei do dia em que fui batizado e senti o Espírito Santo. Imediatamente me senti mais calmo e consegui fazer tudo muito bem.”

Erik N., 15 anos, Alberta, Canadá: “Recebi muitas bênçãos por guardar meus convênios. Graças a meus convênios do batismo, o Espírito Santo me ajudou a tomar decisões. Ao receber o sacerdócio, você faz convênio de usar o sacerdócio para ajudar as pessoas e servir. Quando você serve, isso ajuda seu testemunho a crescer.”

Jolee H., 15 anos, Colorado, EUA: “Não podemos simplesmente fazer tudo o que queremos e esperar que Deus mantenha Sua parte da promessa. Ele espera muito de nós, porque conhece o potencial que temos. Isso realmente me faz manter um nível mais elevado.”

Entre na Conversa

Durante o mês de julho vocês vão estudar a respeito de ordenanças e convênios em seu quórum do sacerdócio e na classe das Moças e da Escola Dominical. Faça uma lista de convênios que você fez e espera fazer. O que essa lista diz a respeito de como você deseja viver? Você pode externar seus pensamentos aos outros testificando no lar, na Igreja ou nas redes sociais. Você também pode compartilhar suas ideias e experiências com outros jovens, clicando em Compartilhe sua experiência abaixo.

Erro no envio de formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes