Uma Decisão Digna de Nota

Graça Huang

Eu realmente queria competir no concurso de piano, mas ele ia ser realizado no domingo.

Candidatei-me a um concurso de piano clássico há alguns meses. Sabia que provavelmente seria num domingo, mas não pensei muito nisso na época. Comecei a praticar três meses antes da competição, e levou muito tempo e esforço para ficar preparada.

Um mês antes do concurso, uma aula no seminário sobre os Dez Mandamentos me fez pensar se competir em um domingo seria uma boa ideia ou não. Tentei não pensar nisso porque eu já havia pago a taxa de inscrição de TWD$ 1.400 (cerca de US$ 50) — para não mencionar que havia passado muito tempo praticando. Perguntei ao meu professor do seminário se ir a um concurso de piano seria quebrar o Dia do Senhor. Ele me disse que era entre eu e Deus, mas prestou seu testemunho de que guardar o Dia do Senhor seria uma bênção. Pensei a respeito e realmente não queria perder aquela oportunidade.

Todos os dias, eu lia um artigo da Conferência Geral. Tinha acabado de ler um discurso e estava prestes a parar quando o artigo seguinte me chamou a atenção: “Permanecer em Lugares Santos” Thomas S. Monson (]A Liahona, novembro de 2011, p. 82). Quando comecei a lê-lo, eu não tinha pensado em meu concurso de piano nem esperava uma resposta no discurso. Mas ao lê-lo, foi como se o Pai Celestial estivesse me advertisse. As palavras do Presidente Monson me atingiram duramente:

Os Dez Mandamentos são o que são: mandamentos. Não são sugestões. São tão obrigatórios hoje quanto o eram quando Deus os deu aos filhos de Israel” (p. 83).

“Nada pode trazer mais alegria para nossa vida ou mais paz para nossa alma do que o Espírito que podemos sentir quando seguimos o Salvador e guardamos os mandamentos.” — Presidente Thomas S. Monson.

Depois, à medida que lia, encontrei:

“Sua constância é algo em que podemos confiar, uma âncora à qual podemos agarrar-nos e permanecer seguros, para que não sejamos arrastados a mares não cartografados.

(…) Nada pode trazer mais alegria para nossa vida ou mais paz para nossa alma do que o Espírito que podemos sentir quando seguimos o Salvador e guardamos os mandamentos” (p. 83).

Eu sabia que meu Pai Celestial esperava de mim. Fiz uma oração e disse que se fosse necessário, eu desistiria do concurso, mesmo que não recebesse o dinheiro de volta. Orei para que não tivesse que desistir, que ainda houvesse uma maneira de competir, mas que guardaria o Dia do Senhor de qualquer forma.

No final do dia, contei a minha professora de piano, que não poderia competir em um domingo. Ela foi surpreendentemente compreensiva. Ela disse que as competições eram divididas por área e que eu poderia tentar conseguir uma área para competir em um dia diferente. Fiz um telefonema no dia seguinte e consegui mudar para competir em Tainan, Taiwan, onde o concurso seria realizado no sábado.

Sou tão grata por tomar a decisão de obedecer aos mandamentos do meu Pai Celestial. Deus não apenas queria que eu santificasse o Dia do Senhor, mas Ele cuidou para que eu participasse da competição de piano que importava tanto para mim. Porque me dispus a obedecer, meu testemunho do amor de Deus por mim e as bênçãos resultantes da obediência a Seus mandamentos foi fortalecido. Sei que quando fazemos o melhor que pudermos para cumprir o que Ele pede, Deus providenciará o resto.

Compartilhe Suas Experiências

Como os discursos da Conferência Geral abençoam sua vida? Compartilhe sua experiência abaixo.