Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Seminário nas Florestas do Equador

Joshua J. Perkey Revistas da Igreja

Em uma selva remota, o seminário faz uma grande diferença para esses jovens.

A leste de Quito, Equador, depois dos vulcões e da Cordilheira dos Andes, o terreno cai rapidamente para a floresta amazônica. Lá você encontrará densas florestas, rios em abundância, macacos, tucanos e até botos cor-de-rosa.

Você também encontrará uma cidade chamada Puerto Francisco de Orellana. É muito longe de, bem, tudo o mais no Equador. Há quinze anos, havia relativamente poucas pessoas na região. Mas a descoberta de petróleo trouxe indústria, pessoas procurando emprego e os membros da Igreja.

Seminário num Ramo Pequeno

Alguns dos jovens, como Oscar R., já eram membros quando o ramo foi formado, mas a maioria é de recém-conversos. E uma chama arde em seu coração. “Somos fortes”, diz Oscar.

Em setembro de 2010, apenas um ano depois que ele foi criado, o ramo começou um programa do seminário. “Quando começamos há alguns anos, a nos reunirmos”, diz Oscar, “havia pouquíssimos de nós. Eu era o único do jovem. Mas continuamos a crescer. Logo tínhamos 6, em seguida, 10 e agora ainda mais jovens”.

Porque alguns jovens frequentam a escola de manhã e outros à tarde, eles organizaram dois horários de aula do seminário — um pela manhã das 8:00 às 9:00 e uma tarde de 4:30 às 5:30.

Talvez não haja muitos jovens no programa, mas para os jovens que frequentam o seminário mudou sua vida.

Por que fazer?

“O seminário é uma grande bênção para mim”, diz Luis V., um recém-converso. “Ele ajuda a preparar-me para ser um bom missionário. Já enfrentei muitos desafios e tentações desde que me filiei à Igreja, mas sou capaz de manter-me firme porque sei que estou fazendo o que é certo”.

E não é apenas Luis que se sente assim. “Eu sou um membro da Igreja há pouco tempo”, diz Ariana J., “mas eu frequento o seminário desde que fui batizado. Sinto-me feliz em participar porque estou aprendendo muitas coisas verdadeiras sobre o evangelho de Jesus Cristo que enchem meu coração de esperança e minha mente com a compreensão”.

A frequência ao seminário ajudou a fortalecer Ariana no evangelho. “Para mim, é uma bênção participar dessas aulas”, diz Ariana. “Elas fortalecem meu espírito e me ajudam a preparar-me para que um dia eu possa ser uma boa esposa, mãe, líder da Igreja, e talvez um missionária de tempo integral”.

O irmão de Ariana, Gerardo, sente o mesmo. “Sou grato porque o seminário tornou-se uma parte importante da minha vida”, diz ele. “Ele está me preparando para um dia servir em uma missão. Ali, aprendi sobre o plano de salvação que Deus preparou para mim. Cada classe de que participo me dá esperança de que poderei herdar o Reino celestial e me dá a certeza de que já recebi o evangelho de Jesus Cristo”.

Gerardo às vezes está muito cansado durante a aula. Ele tem de levar seu irmão mais novo para a escola primeiro e depois volta para casa rapidamente para pegar sua irmã, para que eles possam ir ao seminário. Mas ele não se importa.

“Tudo isso é muito novo para mim, mas sinto-me cheio de felicidade”, diz Gerardo. “Eu sei que estou no caminho correto que vai me dar a oportunidade de ver meu Pai Celestial novamente. O Espírito Santo me dá essa certeza. Só tenho de fazer um esforço e perseverar até o fim”.

Não Há Necessidade de Ficar Nervoso

Para Walter A., o seminário no início foi um pouco assustador. “Fiquei nervoso a primeira vez que vim”, diz ele. “Mas quando entrei na sala de aula, me senti especial, pois eu sentia o amor que se sente quando estudamos as Escrituras. E quando saí, me senti fortalecido com felicidade em meu coração pelo que eu havia aprendido. Uma das maiores bênçãos que o Pai Celestial tem para os jovens é o seminário”.

“A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias mudou minha vida”, diz A. Abel, que também se prepara para sair em missão. “Estou aprendendo sobre os ensinamentos dos profetas. Gosto muito de Joseph Smith. Ele foi valente ao levar a efeito a restauração da Igreja verdadeira, a despeito de todos os problemas que isso lhe causou. Eu quero ser valente como ele foi”.

Muitos jovens têm de fazer sacrifícios para frequentar o seminário. Nem sempre é fácil, mas para os jovens em Puerto Francisco de Orellana, Equador, o esforço vale a pena.

“Quando penso em seguir a frente, como as Escrituras dizem”, Abel explica: “acho que significa definir nossas prioridades para a vida. O seminário é uma delas. Assim como ele mudou minha vida, ele pode fazer o mesmo por outros jovens”.

Mesmo nos recantos mais profundos da selva do Equador, a Igreja de Jesus Cristo e seu programa de seminário para os jovens estão enriquecendo e mudando a vida para aqueles que optarem por permitir que o façam.

Erro no envio de formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes