Skip main navigation
Jovens Menu

Andar de Skate com o Espírito

Erik Sterri

Todos os meus amigos decidiram fumar, mas as pequenas coisas me ajudaram a resistir.

Comecei a andar de skate na sétima série do primeiro grau com um grupo de amigos. Andar de skate era muito importante em minha escola, na Califórnia. A maioria dos rapazes e algumas meninas que eu conhecia, andavam de skate regularmente.

Eu era um skatista de rua. Eu não gostava de ir a parques de skate, por causa das pessoas que iam para lá. Sinceramente morria de medo do tipo de pessoas que iam a esses parques de skate.

Sei que precisamos fazer as pequenas coisas no evangelho. Elas nos darão a força de que precisamos para permanecer firmes e evitar as tentações.

Enquanto meus amigos e eu prosseguíamos em nossa carreira como skatistas, tornamo-nos muito bons. Conseguíamos patrocínios de lojas locais de skate, e por isso tínhamos skate, camisetas, calças, etc., gratuitos. Era um esporte incrível e divertido de se praticar.

Mas, como acontece com qualquer outra coisa, havia tentações.

À medida que aduiríamos mais habilidade, passamos a viajar para locais e parques diferentes onde se praticava o skate, e começamos a encontrar todo tipo de pessoas diferentes. Infelizmente os skatistas que conhecemos tinham algo em comum: o fumo. Parecia que todos os skatistas fumavam. Em meu primeiro ano do segundo grau, meus amigos cederam à tentação de fumar. Ainda assim, não pensei muito à respeito, porque já havia decidido que nunca faria isso.

Com o passar do tempo, meu relacionamento com meus amigos tornou-se mais fraco. Não tínhamos mais o mesmo interesse. Eles usavam drogas ou álcool todo fim de semana. Eu os via desperdiçando a vida. Não podia acreditar em como as coisas tornaram-se ruins.

Certo sábado pela manhã, um deles perguntou-me, “Como ficou longe de tudo isso, amigo? Por que não posso ser como você? Você tem algo especial em sua vida”. Foi então que percebi que era porque eu sempre mantive os padrões da Igreja.

Devo a isso minha capacidade de resistir ao hábito de fumar e a outras tentações às pequenas coisas. Ainda que minha vida seja preenchida com a escola, família, Igreja, namoro, esportes e amigos, eu me prendo às coisas claras e simples. Eu lia as escrituras, orava, ia ao Mutual e à igreja. Sei que se não tivesse me alimentado espiritualmente com o que precisava todos os dias, eu poderia ter cedido à tentação.

Sei que precisamos fazer as pequenas coisas do evangelho. Elas nos darão a força de que precisamos para permanecer firmes e evitar as tentações.

Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes