As barras de menu do LDS.org mudaram. Saiba mais. fechar
Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Mantenha suas Baterias Espirituais Carregadas

Allan F. Packer Dos Setenta

Você nunca sabe quando vai precisar de mais força espiritual, por isso faça o que for necessário para manter suas baterias totalmente carregadas.

Durante o fim de semana da conferência geral de abril de 2011, tivemos uma forte nevasca na área de Salt Lake City no sábado à noite. Quando minha esposa e eu levantamos domingo de manhã, havia 25 a 30 cm de neve em nosso quintal, e estávamos sem energia elétrica. Pensei em ligar o gerador que tínhamos para emergências.

Quando tentei ligá-lo, a bateria estava descarregada. Mais tarde, descobri que havia um circuito que estava consumindo a carga da bateria. Embora o gerador tivesse um carregador para ajudar a manter a bateria sempre carregada, alguém tinha puxado o cabo, por isso acabamos nos aprontando para a conferência sem nenhuma energia elétrica.

Pensando nessa experiência, percebo que o gerador e a bateria são como nossa espiritualidade. Nossas baterias espirituais precisam ser carregadas o tempo todo.

Carregar sua Bateria Espiritual

Se a bateria não for carregada, sua corrente elétrica será consumida aos poucos e, com o tempo, perderá a carga. Temos de continuar a carregá-la até um nível que seja maior do que aquele de consumo de energia da bateria. Se estamos num ambiente no qual não temos total controle, onde nossa bateria espiritual está sendo consumida, então é importante fazermos alguma coisa para recarregá-la. Se não o fizermos, chegará um momento no qual realmente vamos precisar do poder da fé, do sacerdócio ou da revelação e não o teremos. Podemos carregar continuamente nossas baterias por meio de orações, estudo pessoal, conversas sobre o evangelho, frequência ao seminário e aulas no domingo.

Começar a Carregar a Bateria na Juventude

Quando eu tinha dez anos, não sentia que minhas orações eram realmente respondidas. Finalmente, reuni coragem suficiente para perguntar a meu pai sobre isso e ele explicou que a oração era como um paraquedas que o piloto coloca ao voar de avião. Ele não espera que seja necessário pular do avião e usar o paraquedas, mas ele sempre o coloca, pois caso seja realmente necessário, ele está usando um.

Isso foi o suficiente para me ajudar, quando criança, a continuar a orar e a carregar minhas baterias espirituais. Além disso, ao observar meu pai exercer o sacerdócio, ganhei fé e coragem de que eu um dia poderia fazer coisas semelhantes. Com o passar do tempo, tive experiências que me ensinaram que esse princípio era verdadeiro. Tem sido importante carregar sempre essa bateria.

Nos últimos anos, trabalhei como engenheiro instalando sistemas robóticos em muitas companhias. Havia um projeto no qual trabalhei por um longo tempo. Algumas das pessoas com quem trabalhei não usavam uma boa linguagem o tempo todo, mas elas eram meus clientes e eu tinha que trabalhar com elas. Tentei, de pequenas formas, melhorar a linguagem delas.

Voltei àquela companhia anos depois, e enquanto o gerente estava fazendo um tour comigo, apareceu uma pessoa e soltou uma frase longa, cheia de palavras de baixo calão para falar de um problema que eles estavam tendo. O gerente não respondeu à pergunta que lhe fizeram, mas me apresentou e disse: “Esse homem não está acostumado a esse tipo de linguagem e não vamos usá-la enquanto ele estiver aqui”. Eu não fazia a menor ideia da influência que tinha exercido todos aqueles anos. Não precisei defender meus padrões; o gerente o fez para mim.

Ao tentar manter nossas baterias espirituais carregadas e sendo bons exemplos, teremos muito mais influência sobre as pessoas do que imaginamos. Tudo começa mantendo aquela bateria carregada ao longo do caminho — lendo as escrituras, fazendo as orações, estando na companhia de pessoas de bem e vivendo o evangelho.

Faça Alguma Coisa—Essa é Chave para uma Carga Completa

Morôni 10:3, no Livro de Mórmon, declara: “Quando lerdes estas coisas, (…) [meditai] sobre isto em vosso coração”. Quando seguimos esse padrão, podemos perguntar e receber uma resposta e “saber a verdade de todas as coisas”, não só a respeito do Livro de Mórmon (Morôni 10:5; grifo do autor). Devemos orar e ponderar, depois podemos saber se essas coisas são verdadeiras. Doutrina e Convênios 9:8 diz que, para obtermos respostas à nossa oração, devemos “estudá-lo bem em [nossa] mente” — tome uma decisão, depois ore para ter uma confirmação. As escrituras enfatizam que devemos agir, estudar e aprender continuamente a fim de ser capaz de receber inspiração. É uma forma de manter a bateria carregada e de estar em posição de perguntar e saber se a decisão que tomamos é correta.

Lembro de que, quando era jovem, eu não tinha muita certeza das coisas espirituais. Sei que às vezes nossos jovens não tiveram tantas experiências como os mais velhos tiveram, por isso eles podem achar difícil quando ouvem falar de curas ou de que alguém recebeu inspiração para fazer algo. Mas os princípios são verdadeiros; sua posição no caminho para desenvolver essas habilidades está apenas começando. Vocês terão essas experiências no futuro. Apenas mantenham a bateria carregada para que possam estar prontos para recebê-las e compreendê-las quando surgirem.

Quando eu era jovem, não entendia muito bem esses princípios. Com o tempo, ganhei entendimento fazendo coisas como aceitar e cumprir designações, ir ao seminário e às reuniões da Igreja, servir minha família e outras pessoas, servir numa missão e guardar os mandamentos. Ganhei um testemunho de que esses princípios eram verdadeiros. Vocês vão desenvolver o próprio testemunho ao terem suas próprias experiências.

Uma bateria não se carrega sozinha. Para a bateria do meu gerador, tive que comprar um carregador, conectá-lo e verificar sempre se estava funcionando bem. Manter uma bateria carregada não é algo que você pode fazer uma vez e depois esquecer.

Desde aquela experiência que tive na conferência geral de abril, tenho verificado sempre se o carregador está ligado e se a bateria está carregada. Esse é o tipo de disciplina que todos nós precisamos para nossos testemunhos — precisamos trabalhar nisso constantemente. E fazendo isso, recebemos a bênção de ter as baterias carregadas.

Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes