As barras de menu do LDS.org mudaram. Saiba mais. fecha
Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

O que “Pode” e o que “Não Pode” ao Defender Suas Crenças

David A. Edwards Revistas da Igreja

Sejam corajosos e humildes, firmes e gentis, tudo ao mesmo tempo. Com a ajuda do Senhor, não é tão difícil quanto parece.

Quando somos batizados, fazemos convênio de “servir de testemunhas de Deus em todos os momentos e em todas as coisas e em todos os lugares em que [nos encontrarmos]” (Mosias 18:9). Renovamos esse convênio aos domingos, quando tomamos o sacramento.

Na Conferência Geral de abril de 2014, vários oradores nos lembraram de que haverá momentos em que servir de testemunha de Deus vai significar ter que enfrentar a oposição, zombaria e críticas. Então o que você deve fazer quando você é obrigado a dar o passo desconfortável ou impopular de defender suas crenças?

Dois rapazes conversando

 

Eis Alguns Conselhos das Escrituras

As escrituras dão-lhe alguns princípios básicos para defender sua fé, inclusive o seguinte.

“Porque não me envergonho do evangelho de Cristo” (Romanos 1:16).

O Presidente Thomas S. Monson afirmou: “Todos enfrentaremos temores, escárnio e oposição. Tenhamos — todos nós — a coragem de contrariar o senso comum, a coragem de defender nossos princípios. A coragem, e não o rebaixamento dos padrões, traz o sorriso da aprovação de Deus” (“Esforça-Te, e Tem Bom Ânimo”, A Liahona, maio de 2014, p. 66).

“As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina” (I Coríntios 2:13).

O Pai Celestial lhe concedeu o dom do Espírito Santo, e você deve aproveitar essa dádiva. Isso não significa que a razão e a lógica não podem ser inspiradas ou confirmadas pelo Espírito; significa apenas que você deve confiar no Espírito para guiar a defesa de sua fé. Preste testemunho pelo Espírito. Este é o caminho do Senhor. (Ver também D&C 100:5-8).

Preste testemunho pelo Espírito. Este é o caminho do Senhor.

“Aquele que tem o espírito de discórdia não é meu, mas é do diabo, que é o pai da discórdia e leva a cólera ao coração dos homens, para contenderem uns com os outros” (3 Néfi 11:29).

O ponto aqui não é que você deve evitar qualquer debate em que as pessoas têm diferentes pontos de vista. Em vez disso, ele tem a ver com seu intento, bem como as emoções envolvidas. Devemos buscar entendimento e tentar persuadir com mansidão, não apenas marcar pontos e provar que estamos certos e a outra pessoa está errada. Um debate onde as pessoas estão ficando muito passionais ou zangadas é um debate que você deve tentar abrandar ou simplesmente evitar.

“A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” (Provérbios 15:1).

O Élder W. Craig Zwick dos setenta explicou essa escritura desta forma: “Uma 'resposta branda' consiste em uma resposta racional: palavras provenientes de um coração humilde. Isso não significa que jamais falamos diretamente ou que toleramos distorções da verdade doutrinária. As palavras firmes nas informações podem ser brandas em espírito” (“O Que Você Acha?”, A Liahona, maio de 2014, p. 42).

Três meninas conversando

 

“Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas” (Mateus 10:16).

O Salvador não quer que você seja ignorante ou ingênuo, mas ele também não quer que você ataque as pessoas. Saber o que acontece no mundo não significa que temos de usar suas táticas.

“Não contendais com igreja alguma” (D&C 18:20).

Não há necessidade de criticar outras igrejas. Declarações positivas de suas crenças em vez de declarações negativas sobre outras pessoas serão mais eficientes. Como o Profeta Joseph Smith disse: “Não pedimos a ninguém que jogue fora qualquer coisa boa que possua; só pedimos que venham e recebam mais” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith, 2007, p. 162).

Declarações positivas de suas crenças em vez de declarações negativas sobre outras pessoas serão mais eficientes.

“E proclamarás boas novas. (…)

“E assim farás com toda humildade, confiando em mim, não ofendendo ofensores”
(D&C 19:29–30).

As novas que você declara são boas. Lembre-se e certifique-se que seu rosto e sua voz mostrem isso também. Além disso, a palavra ultrajar aqui significa lançar linguagem abusiva ou insultos em uma pessoa. Então se alguém está fazendo isso com você, não retalie nem faça o mesmo a eles. O Apóstolo Pedro ensinou que o próprio Salvador deu o exemplo que você deve seguir a esse respeito (ver I Pedro 2:23).

“E de dogmas não falarás, mas declararás arrependimento e fé no Salvador e remissão de pecados por batismo e por fogo, sim, pelo Espírito Santo” (D&C 19:31).

Aqui, a palavra dogmas refere-se a opiniões ou ensinamentos que ultrapassam o básico. Então o Senhor está dizendo para ficar com a mensagem básica do evangelho quando você está declarando Suas boas novas. Isso também se aplica a defender sua fé. Você não precisa devanear em discussões detalhadas sobre tudo relacionado à Igreja. Como o Élder Richard G. Scott, do Quórum dos Doze Apóstolos disse: “Compartilhe o evangelho de modo simples ” (“Eu Vos Dei o Exemplo,” A Liahona, maio de 2014, p.32).

Duas moças conversando na frente de um armário de escola com o livreto Para o Vigor da Juventude

 

“Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem” (Mateus 5:44).

“Todos, independentemente de suas decisões e crenças, merecem nossa bondade e consideração”, disse o Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos. “O Salvador nos ensinou a amar não apenas nossos amigos, mas também aqueles que discordam de nós — e até mesmo os que nos repudiam” (“Redemoinhos Espirituais”, A Liahona, maio de 2014, p. 18).

“Procura não ser orgulhoso; sim, procura não te vangloriares da tua própria sabedoria nem de tua grande força.

“Usa de ousadia, mas não de despotismo” (Alma 38:11–12).

Novamente, sejam humildes. Não é sobre você ou quão inteligente e capaz você é. Além disso, você pode ser ousado sem fazer declarações exageradas ou sendo um valentão verbal ou intelectual. Como disse o Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos: “Um dia serão conclamados a defender sua fé. (…) Esses momentos exigirão coragem e cortesia da sua parte” (“O Custo — e as Bênçãos — do Discipulado”, A Liahona, maio de 2014, p. 6).

Uma jovem compartilhando a A Liahona com outra moça

 

Eis Alguns Conselhos Adicionais

Antes Que Você Diga Algo

  • Verifique o contexto — é um tempo adequado e o local para abrir a boca?
  • Tente determinar a real intenção do povo — eles só estão procurando uma discussão, ou estão abertos para seu testemunho da verdade?
  • Ore para que o Espírito o guie.
  • Tenha o hábito de orar, estudar as escrituras e frequentar a igreja.

Enquanto a Discussão Está Acontecendo

  • Não presuma que as pessoas ficarão ofendidas se você compartilhar suas crenças.
  • Mantenha-se otimista e faça declarações positivas, em vez de defesas negativas.
  • Reconheça que alguns conceitos e terminologias podem ser novos para algumas pessoas (como a vida pré-mortal ou apostasia).
  • Se encontrar algo que você não saiba nada a respeito, você pode dizer que você deseja estudar e ponderar para que você possa falar sobre isso depois.

Ao Conversar Pessoalmente

Duas meninas conversando ao ar livre.
  • Verifique o volume; não fale alto.
  • Sorria, ou pelo menos não pareça zangado, chateado ou entediado.
  • Não pense apenas o que você vai dizer em seguida, mas concentre-se em como a conversa está afetando a pessoa.

Na Internet e Redes Sociais

  • Se você encontrar informações erradas, com cordialidade e com fatos corrija se for apropriado.
  • Em vez de sempre comentar em debates públicos, envie mais mensagens privadas.
  • Não tenha medo de compartilhar um vídeo, artigo ou meme.
  • Confira Mormon.org/FAQ para respostas que você pode resumir em suas próprias palavras.
  • Pare, acalme-se e pensem antes de responder a algo que te incomoda, quer sejam alguns momentos, horas ou dias.

Como Você Defende?

Você tem uma experiência em defender suas crenças? Ou você tem ideias para acrescentar a essas listas? Compartilhe sua experiência com outros jovens, comentando abaixo.

Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes