As barras de menu do LDS.org mudaram. Saiba mais. fecha
Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

O Dízimo Traz Força Interior

Anthony D. Perkins Of the Seventy

Decida agora pagar um dízimo honesto. Essa atitude vai ajudá-lo a aprender que o Senhor cumpre Suas promessas.

O Presidente Thomas S. Monson ensina que “o pagamento honesto do dízimo proporciona à pessoa força interior e o compromisso de guardar os demais mandamentos” (Thomas S. Monson, “Sê o Exemplo”, A Liahona, janeiro de 1997, p. 48). Tive a sorte de adquirir um testemunho desse princípio ainda jovem.

Quando eu tinha 14 anos de idade, comecei meu primeiro emprego. Ganhava 2 dólares por hora numa construção. O pagamento da minha primeira semana não passava de 80 dólares. Eu queria comprar um aparelho de som com fitas de oito faixas, a tecnologia musical mais avançada da época. O modelo que eu queria, com todas as funções, custava 320 dólares. Contei a meu pai e a minha mãe que pretendia comprar o aparelho ao fim de quatro semanas de trabalho.

Mais do Que Quatro Semanas

Meus pais ensinaram, com muita sabedoria: “Você vai demorar mais do que quatro semanas para juntar dinheiro suficiente para comprar esse aparelho de som. Você deve expressar gratidão ao Senhor por Suas muitas bênçãos pagando 10% de sua renda como dízimo. Vai precisar também pagar ao governo cerca de 10% em impostos. E você deve aprender enquanto é jovem a obedecer aos conselhos dos profetas sobre a preparação financeira para o futuro, inclusive para a missão. Sugerimos que você guarde 30% de seu ordenado numa caderneta de poupança.”

A obtenção de bens materiais seria minha prioridade ou eu faria sacrifícios para pagar o dízimo e economizar?

Minha mente juvenil calculou rapidamente que, se eu agisse como meus pais tinham ensinado, teria apenas 40 dólares para gastar por semana, ou seja, eu precisaria trabalhar pelo menos dois meses para comprar o aparelho tão desejado. Deparei-me com uma decisão crucial — a obtenção de bens materiais seria minha prioridade ou eu faria sacrifícios para pagar o dízimo e economizar?

Pagar o Dízimo em Primeiro Lugar

Para o Vigor da Juventude aconselha: Pague [o dízimo] em primeiro lugar, mesmo que ache que não terá dinheiro suficiente para suas outras necessidades. Isso vai ajudar você a desenvolver mais fé, a vencer o egoísmo e a tornar-se mais receptivo(a) ao Espírito” (Para o Vigor da Juventude , 2011, p. 38).

Aos 14 anos de idade, decidi pagar um dízimo honesto pelo restante de minha vida. Assumi a resolução de seguir o profeta economizando dinheiro para a missão e os estudos no futuro. Essa experiência pessoal também me ensinou a distinguir desejos de necessidades. Eu queria a tecnologia mais nova, mas não precisava dela. Por isso decidi comprar um modelo bem mais barato, com menos funções, mas que ainda estava em pleno funcionamento quando saí em missão.

Promessas Guardadas

Ao aprender por meio do pagamento do dízimo que o Senhor cumpre Suas promessas, minha fé se fortaleceu, bem como meu desejo de obedecer a Seus outros mandamentos. Aprendi que, se eu fizesse uma oferta de jejum generosa, Ele responderia a minhas orações e me guiaria continuamente (ver Isaías 58:6 – 11). Aprendi que, se eu lesse o Livro de Mórmon, Ele manifestaria a verdade dele pelo poder do Espírito Santo (ver Morôni 10:4 – 5). Aprendi que, se eu guardasse a Palavra de Sabedoria, Ele me daria saúde, sabedoria e conhecimento e que eu poderia “correr e não me cansar” (ver D&C 89:18 – 21). E aprendi que, se eu guardasse a lei da castidade, o Espírito Santo poderia ser meu companheiro constante e o Salvador me daria confiança para um dia eu comparecer sem culpa perante Ele (ver D&C 121: 45 – 46).

Outra maneira pela qual o pagamento do dízimo e das ofertas aumentou minha força interior foi me permitindo fazer os convênios do templo. Para o Vigor da Juventude ensina: “Para entrar no templo, é preciso ser dizimista integral” (Para o Vigor da Juventude, 2011 p. 38). Quando entro no templo sagrado, sinto a presença e o amor de Deus. Testifico que, nas ordenanças do templo, recebemos “poder do alto” (D&C 95: 8) para enfrentar com alegria os desafios da mortalidade e superá-los.

Uma Benção Reservada

O pagamento do dízimo e das ofertas aumentou minha fé no fato de que o Senhor cumpre Suas promessas. Por meio do profeta Malaquias, Ele declarou: “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro (…) e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma benção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes” (Malaquias 3:10).

No decorrer de minha vida, mesmo durante as provações financeiras do início de meu casamento, Deus sempre abriu as janelas do céu a fim de que nossa família não fosse privada das necessidades materiais da vida. Presto testemunho de que, por meio da obediência à lei do dízimo, sua fé crescerá e se tornará uma grande fonte de força em sua vida.

Convido todos os jovens — e todos os membros — a darem ouvidos a Jesus Cristo e Seus profetas pagando um dízimo integral e ofertas de jejum generosas ao longo de toda a vida. Prometo que o Senhor os fortalecerá e os fará prosperar na realização de seus desejos justos de acordo com Seus santos desígnios.

Ele Abrirá o Caminho

“Todos nós podemos nos permitir pagar o dízimo. De fato, nenhum de nós pode se dar ao luxo de não pagar o dízimo. O Senhor fortalecerá a nossa resolução. Ele abrirá o caminho para conseguirmos.”

Presidente Thomas S. Monson, “Sê o Exemplo”, A Liahona, janeiro de 1997, p. 48.

Este artigo foi publicado originalmente em junho de 2014 na revista A Liahona.

Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes