Skip main navigation
Jovens Menu

Por Que o Casamento é Maravilhoso!

Ben e Rachel Nielsen

Adoramos estar casados e eis os motivos.

Depois de nosso primeiro encontro, ambos sabíamos que queríamos ter um segundo encontro. Ben queria um segundo encontro porque Rachel era amigável e era divertido conversar com ela. Rachel quis um segundo encontro porque Ben foi gentil e ainda estava sorrindo, depois de todos os seus planos falharem. Após muitos outros encontros e muitas orações depois, nos apaixonamos e decidimos nos casar no templo de Sacramento Califórnia.

O dia do casamento foi absolutamente perfeito e desde aquela data adoramos estar casados. O mundo pode ver o casamento de modo diferente, mas sabemos que “nenhum outro relacionamento de qualquer espécie pode proporcionar tanta alegria, gerar tantas coisas boas ou produzir tamanho refinamento pessoal” (L. Whitney Clayton, “Casamento: Observar e Aprender”, A Liahona, maio de 2013, p. 83). O casamento é maravilhoso, e eis os motivos.

Ben: Uma Companheira

Durante minha missão no Brasil, aprendi a amar o futebol. Uma coisa que amo sobre esse esporte é ter companheiros de equipe e aprender a trabalhar com eles. Rachel é uma companheira de equipe fantástica. Ela me ajuda a alcançar minhas metas, junta-se a mim para tomarmos decisões importantes e está ao meu lado quando tenho problemas.

Casal preparando uma refeição

Foto por Leslie Nilsson

Quando fomos selados no templo, prometemos “ajudar-[nos] mutuamente, como parceiros iguais” (“A Família: Proclamação ao Mundo”, A Liahona, novembro de 2010, última contracapa). Rachel e eu nos esforçamos para apoiar um ao outro em tudo o que fazemos e é muito bom saber que sempre tenho uma companheira de equipe de confiança.

Rachel: Expressões de Amor

Vamos admitir, moças(e rapazes), é bom saber que alguém nos ama. E quando se é casado, tem-se a oportunidade de dar e receber amor todos os dias! Quando estava conversando com meus pais sobre a possibilidade de me casar com o Ben, meu pai disse: “Seja qual for o rapaz que você escolher como marido, desejo que ele expresse o amor dele por você com frequência e sinceridade, assim como o Élder Richard G. Scott fazia com sua esposa” (ver Richard G. Scott, “As Bênçãos Eternas do Casamento”, A Liahona, maio de 2011, p. 94). Dei ouvidos a meu pai.

Duas mãos

Decidi casar-me com Ben, e ele sempre se esforçou para expressar seu amor por mim nas grandes e pequenas coisas. Em meu último ano de faculdade, passei vários meses me prepararando para me candidatar a um estágio de prestígio e passar pelas entrevistas. E quando finalmente soube que fui escolhida, cheguei em casa e vi um vaso cheio de flores deixado por meu marido. Ele sabia o quanto eu tinha me empenhado e como aquele estágio era importante para mim. Em outras ocasiões, ele põe sorrateiramente minha bebida favorita e um bilhete de amor na geladeira antes de ir para um acampamento de escoteiros no fim de semana. E todos os dias, ele lava a louça e me faz rir. Ben é ótimo para externar seu amor por mim e isso nos traz grande alegria.

Ben: Mais Diversão

Namorar a Rachel é muito divertido. Na verdade, fazemos questão de sair juntos com frequência, mesmo depois de casados. Assim que nos conhecemos, descobrimos que gostamos de muitas das mesmas atividades: andar pelo parque, ir ao teatro, assistir a eventos esportivos, comer pratos novos e diferentes, ouvir música e muito mais. Eu adorava fazer essas coisas antes de conhecer Rachel, mas agora é ainda mais divertido, pois fazemos tudo isso juntos. Quando se é casado, tem-se alguém com quem desfrutar a vida — e isso torna a vida maravilhosa.

Rachel: Um Companheiro Missionário Eterno

Antes de conhecer Ben, eu estava me aproximando da idade da missão e vinha pensando seriamente em servir missão de tempo integral. Mas então Ben entrou em minha vida, e eu soube que o Pai Celestial tinha um plano diferente para mim.

Quando se eé casado, tem-se alguém com quem desfrutar a vida — e isso torna a vida maravilhosa.

Quando Ben e eu ficamos noivos, alguns parentes que conheciam meus planos de servir missão me perguntavam sobre minha escolha, e eu respondia: “Resolvi escolher meu próprio companheiro missionário — e ficar com ele por toda a eternidade”.

Quando se é casado, os cônjuges têm a oportunidade de participar juntos do trabalho de salvação. Ben e eu sentimos uma grande alegria ao construir um lar centralizado em Cristo, ao estudar e viver o evangelho juntos, ao servir na Igreja e ao convidar outras pessoas a virem a Cristo. Ao trabalharmos juntos para construir o reino de Deus, ficamos mais próximos, nosso amor se aprofunda e a vida se torna mais gratificante.

Pode Acreditar

A despeito do que diga o mundo, o casamento é maravilhoso mesmo e vale a pena mesmo fazer dele uma prioridade. Quando se é casado, tem-se um companheiro para todas as horas, dá-se e recebe-se amor, desfruta-se a vida de modo mais pleno e tem-se uma pessoa com a qual se pode construir o reino de Deus. Tudo isso nos traz grande alegria; e, por termos sido selados no templo, podemos ter essa alegria para sempre! Se guardarmos nossos convênios, estaremos juntos por toda a eternidade e receberemos as mais elevadas bênçãos do sacerdócio. Nós “[encontramos] no casamento a maior riqueza da existência” (James E. Faust, “Como Enriquecer seu Casamento”, A Liahona, abril de 2007, p. 3).

Ben e Rachel Nielsen moram em Utah, EUA.

Élder Richard G. Scott

O Casamento Vale a Pena

“É muito gratificante estar casado. O casamento é maravilhoso. Com o tempo vocês começam a pensar da mesma forma e têm as mesmas ideias e impressões. Haverá momentos em que estarão extremamente felizes e haverá momentos de provação, mas o Senhor os guiará em todas essas experiências de crescimento conjunto.”

Richard G. Scott, do Quórum dos Doze Apóstolos, “As Bênçãos Eternas do Casamento”, A Liahona, maio de 2011, p. 94.

Entre na Conversa

Coisas a Ponderar para o Domingo

  • Que qualidades e atitudes tornam os casamentos e a família mais fortes e mais felizes?
  • O que está fazendo agora que vai ajudar seu casamento e sua família no futuro a permanecerem fortes e felizes?

Coisas Que Você Pode Fazer

  • Cont a alguns amigos sua meta de casar e ter uma família e diga-lhes por quê.
  • Na Igreja, diga por que você anseia pelo casamento e pela família e como está se preparando para isso.

Este artigo foi publicado originalmente em agosto de 2014 nas revistas New Era e A Liahona.

Compartilhe Sua Experiência

O que você acha que seria maravilhoso sobre o casamento? Compartilhe sua experiência com outros jovens, comentando abaixo.

 

Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes