fecha
Pular para a Navegação Principal
Jovens Menu

Os jovens realizam sua primeira trilha dos pioneiros da Micronésia!

Sarah Harris Revistas da Igreja

 Ao caminharem pelas florestas da Micronésia, os jovens aprenderam sobre fé, sacrifício e o poder de fazer coisas difíceis.

Os jovens da Micronésia puxaram um tipo de trenó de bambu ao longo de uma trilha que atravessava as florestas de Pohnpei durante a trilha dos pioneiros de 18 a 20 de julho.

O evento também comemorou o 40º aniversário da Igreja em Pohnpei, uma ilha de 322 quilômetros quadrados, que fica cerca de 4 mil quilômetros a leste das Filipinas, onde a atividade foi realizada.

“Ouvi dizer que esta seria a primeira trilha, e muitos disseram que seria difícil”, disse Heinrich S., um dos jovens que participaram da trilha. “Uma das coisas que me mantiveram firme até hoje foi o testemunho dos adultos e dos outros jovens.”

O grupo de 90 jovens e 40 líderes andou entre 8 e 11 quilômetros todos os dias e terminou a jornada de três dias tendo percorrido uma distância total de quase 30 quilômetros.

“Eu queria sentir o que os pioneiros viveram”, disse Denirose T., uma jovem que participou da trilha. “Eu queria ver os milagres que os jovens vivenciam. Eu também queria me juntar aos jovens e aprender muitas coisas na caminhada.”

Jovens fazendo uma corrida de bambolês.
Foto cortesia da Área Ásia Norte

Na primeira noite da trilha, os jovens seguraram cubos de gelo enquanto ouviam histórias dos pioneiros. As pedras de gelo os ajudaram a lembrar o clima frio que muitos pioneiros enfrentaram. A trilha também incluiu jogos dos pioneiros, projetos de serviço nas escolas em que o grupo passou a noite, uma encenação do Batalhão Mórmon e a travessia do rio, onde os rapazes ajudaram a carregar as moças até o outro lado do rio.

Os rapazes carregam as moças até o outro lado do rio.
Foto cortesia da Área Ásia Norte

“No rio, percebi que havia amor entre as pessoas que estavam na trilha, porque os homens se sacrificaram para nos ajudar na parte mais difícil da trilha”, disse Lucy L., outra moça que participou da trilha. “Para mim, a Igreja nutre o amor. Eles não pensaram nisso como um fardo. Eles estavam dispostos a nos ajudar.”

O Élder Kazuhiko Yamashita, setenta autoridade geral e membro da presidência da Área Ásia Norte e sua esposa, irmã Tazuko Yamashita, visitaram os jovens no segundo dia da trilha. Naquela noite, eles fizeram um devocional incentivando os jovens a ouvir o Espírito Santo como uma liahona pessoal em sua vida.

“Busquem a orientação do Pai Celestial com todo o seu coração ao pensar e decidir sobre seu futuro”, disse o Élder Yamashita. “Peçam com fé a Ele que envie o Espírito Santo para lhes ensinar o que fazer.”

A irmã Yamashita falou no devocional sobre como seguiu o Espírito em sua decisão de ir para a missão. Lucy disse que a história a inspirou a servir missão.

Élder Yamashita cumprimentando os jovens.
Foto cortesia da Área Ásia Norte

“A irmã Yamashita ficou muito confusa se deveria ou não servir missão, mas o Senhor a ajudou e ela ficou feliz depois da missão”, disse Lucy. “Agora sei que não preciso me preocupar com nada. Se eu realmente desejar servir ao Senhor, sei que Ele pode me ajudar” (Leia “Preparação para servir: Sugestões para as moças”).

Embora a trilha tenha sido difícil, Lucy disse que é grata por ter participado e terminado a jornada com a ajuda do Senhor.

“Antes da trilha, eu não tinha fé que conseguiria fazer algo assim”, confessou Lucy. “Agora posso dizer que minha fé é mais forte por causa do que fiz.”

Compartilhe sua experiência

Como fazer algo difícil fortaleceu sua fé? Compartilhe sua experiência a seguir.

Erro no envio do formulário. Certifique-se de que todos os campos estejam preenchidos corretamente e tente novamente.

 
1000 caracteres restantes

25 Maneiras em 25 Dias: 1º–4 de Dezembro