Pular para a Navegação Principal

Honestidade e Integridade

Encontre respostas sobre perguntas a respeito dos padrões da Igreja Escolha um tema acima para ver mais.

  • O que significa ser honesto?

    “Ser honesto significa ser sincero, verdadeiro e sem falsidade o tempo todo. (…) Para ser honesto é preciso ter coragem e sacrificar-se, especialmente quando outros tentam persuadir-nos a justificar um comportamento desonesto. Se você se encontrar nessa situação, lembre-se de que a paz duradoura que advém da honestidade é mais valiosa do que um alívio momentâneo causado por se seguir a multidão” (Sempre Fiéis, p. 98).

    Fechar
  • Se não magoar ninguém, o que há de errado em contar um mentira?

    “Nenhum mentiroso jamais será totalmente livre. Só quem carrega ou carregou esse pesado fardo consegue compreender essa declaração. Devemos ter sempre em mente que o errado não é certo apenas porque muitos o fazem. Uma coisa errada não é certa só porque ninguém sabe.

    Que nosso Pai Celestial nos ajude a ter coragem para reconhecer e repudiar uma vida de mentira ou a perpetuação delas. Honestidade é mais que uma norma. É uma boa maneira de viver com nossos semelhantes, e particularmente com nós mesmos” (Marvin J. Ashton, “Isso Não é Mau”, Conferência Geral de abril de 1982).

    Fechar
  • O que há de errado em colar na escola?

    “Colar na escola é enganar a si mesmo. Frequentamos a escola para aprender. Quando usamos os esforços e o estudo de outra pessoa para nos sairmos bem, estamos enganando a nós próprios” (James E. Faust, “Honestidade — uma Bússola Moral,” A Liahona, janeiro de 1997, p. 45.

    Fechar
  • Por que devo ser honesto?

    “Se você for honesto em tudo, terá paz de consciência e respeito próprio. Dessa maneira, edificará a força de caráter, que lhe permitirá ser útil a Deus e aos outros. Será confiável à vista de Deus e daqueles que o rodeiam.

    Por outro lado, se você for desonesto em palavras ou ações, você ferirá a si mesmo e em geral a outros também. Se mentir, roubar, trapacear ou deixar de trabalhar honestamente pelo seu salário, você perderá o autorrespeito. Perderá também a orientação do Espírito Santo; perceberá que prejudicou o relacionamento com familiares e amigos e que as pessoas não mais confiam em você” (Sempre Fiéis, p. 98).

    Fechar