As barras de menu do LDS.org mudaram. Saiba mais. fecha
Pular para a Navegação Principal
  • Imprimir

Quem sou eu e quem posso me tornar?

Somos filhos do Pai Celestial, criados à Sua imagem, com o potencial para tornar-nos semelhantes a Ele. Por desígnio divino, temos dons e talentos incomuns que nos ajudarão a cumprir nossos deveres como portadores do sacerdócio. Saber quem somos dá propósito à nossa vida e nos ajuda a tomar as decisões corretas.

Preparar-se espiritualmente

Em espírito de oração, estude as escrituras e os recursos a seguir. O que você se sente inspirado a compartilhar com os rapazes?

Salmos 82:6; Atos 17:28–29; Hebreus 12:9; D&C 76:24 (Somos filhos de Deus)

Mateus 25:14–30 (A parábola dos talentos)

Lucas 15:4–6, 11–32; João 3:16; D&C 18:10–15 (O valor de uma alma é grande)

Moisés 1:4–22 (Moisés aprende que ele é um filho de Deus)

Donald L. Hallstrom, “Sou um Filho de Deus”, A Liahona, maio de 2016, p. 26

Dale G. Renlund, “Santos dos Últimos Dias, Continuem Tentando Fazer o Melhor”, A Liahona, maio de 2015, p. 56

Dieter F. Uchtdorf, “Quatro Títulos”, A Liahona, maio de 2013, p. 58

Sou um Filho de Deus”, Hinos, nº 193

Vídeo: “Sou um Filho de Deus”; “Nossa Verdadeira Identidade”

Deixar os rapazes liderarem

Um membro da presidência do quórum dirige a reunião do quórum. Ele lidera os rapazes ao reunirem-se em conselho para tratar dos assuntos do quórum, ensina-lhes os deveres do sacerdócio (usando as escrituras e o livreto Dever para com Deus) e convida um consultor ou outro membro do quórum para ensinar uma lição do evangelho. Ele pode preparar-se preenchendo a agenda da reunião do quórum durante a reunião de presidência.

Iniciar a experiência de aprendizado

Escolha dentre as seguintes sugestões, ou crie suas próprias, para revisar a lição da semana passada e apresentar a desta semana:

  • Convide uma dupla de rapazes a falar a coisa mais importante que eles aprenderam na lição da semana passada e como eles aplicaram isso em sua vida.
  • Escreva as seguintes perguntas na lousa: “O que sei sobre o Pai Celestial?” “O que isso me ensina sobre quem eu sou e quem posso me tornar?” “Como esse conhecimento afeta meus pensamentos e minhas ações?” Dê aos rapazes tempo para ponderar sobre essas perguntas e depois os convide a escrever suas respostas na lousa.

Aprender juntos

Cada uma das atividades a seguir vai ajudar os membros do quórum a compreender sua identidade e seu potencial divinos. Seguindo a orientação do Espírito, selecione uma atividade ou mais que melhor funcione em seu quórum:

  • Pense em uma atividade simples para ajudar os rapazes a entender que se tornar como Deus requer paciência e persistência. Essa atividade deve exigir várias tentativas para ser concluída com sucesso. Por exemplo, o rapaz pode tentar repetidas vezes lançar um objeto dentro de uma cesta de basquete sem olhar. O que essa atividade nos ensina sobre o esforço persistente? Como podemos relacionar esse processo ao de nos tornarmos semelhantes ao Pai Celestial? Convide cada rapaz a procurar e compartilhar declarações no discurso “Santos dos Últimos Dias, Continuem Tentando Fazer o Melhor”, do Élder Dale G. Renlund, que expressam o que eles aprenderam nessa atividade.
  • Convide os rapazes a procurar Moisés 1:4–7 e identificar o que Moisés aprendeu sobre si mesmo. Convide-os a ler o versículo 12 para descobrir o que Satanás fez para contradizer o que Moisés aprendera. Leiam juntos os versículos 13–22. Peça aos rapazes que compartilhem o que aprenderam com essa história sobre si mesmos, o Pai Celestial, o Salvador e o adversário. Quais são algumas situações que os jovens enfrentam em que esse conhecimento seria útil? Considere a possibilidade de mostrar o vídeo “Sou um Filho de Deus” como parte desse debate.
  • Peça aos rapazes que listem alguns títulos que eles tenham ou que terão durante a vida. O que esses títulos dizem a respeito deles? Convide-os a escolher um ou dois títulos mais importantes para eles. Divida o quórum em quatro grupos, e designe cada grupo para ler sobre um dos títulos do discurso “Quatro Títulos”. Eles também podem ler partes do discurso do Élder Donald L. Hallstrom “Sou um Filho de Deus”. Peça que compartilhem com o quórum o que eles aprenderam e como isso se aplica à suas vidas. Como parte desta atividade os rapazes podem cantar “Sou um Filho de Deus” (Hinos, nº. 193).
  • Convide os membros do quórum a assistir ao vídeo “Nossa Verdadeira Identidade” (ou ler algumas das seguintes escrituras: I João 3:1–3; D&C 84:37–38; 88:107; 132:20) e escrever uma declaração que eles considerem significativa. Peça-lhes que compartilhem o que escreveram e expliquem por que escreveram aquilo. O que eles aprenderam com esse vídeo ou essas escrituras sobre quem são e quem podem tornar-se? Como esse conhecimento pode influenciar as escolhas que fazem? Como parte dessa discussão, você pode compartilhar a seguinte declaração do Presidente Gordon B. Hinckley: “O propósito básico do evangelho é conduzir-nos para frente e para cima em direção a maiores propósitos, sim, até à divindade” (“Não Deixar a Bola Cair”, A Liahona, janeiro de 1995, p. 49).

Convide os rapazes a dizer o que aprenderam hoje. Quais são os sentimentos ou as impressões que eles têm? Eles entendem quem são e quem podem tornar-se? Eles têm mais alguma pergunta? Valeria a pena despender mais tempo nesse assunto?

Convidar a agir

O rapaz que está dirigindo encerra a reunião. Ele pode:

  • Compartilhar seu testemunho de que somos filhos de Deus e descrever como esse testemunho orienta suas ações.
  • Convidar os rapazes a pensar em uma maneira pela qual vão usar seus dons e talentos para abençoar os filhos do Pai Celestial.