Pular para a Navegação Principal
  • Imprimir

Como o Espírito Santo me ajuda a ensinar o evangelho?

Ao ensinarmos o evangelho, devemos reconhecer humildemente que o Espírito Santo é o verdadeiro professor. Nosso privilégio é servir como instrumentos por meio de quem o Espírito Santo pode ensinar, testificar, consolar e inspirar outras pessoas. Devemos viver dignos de receber o Espírito, orar por Sua orientação ao preparar e ensinar e criar uma atmosfera em que aqueles que ensinamos possam sentir Sua influência.

Preparar-se espiritualmente

Estude em espírito de oração estas escrituras e estes recursos. O que você se sente inspirado a compartilhar com os jovens?

João 15:26; D&C 50:13–22 ; 52:9 (O Consolador é enviado para ensinar a verdade)

2 Néfi 33:1–2 (O Espírito Santo leva nossas palavras ao coração dos filhos dos homens)

Alma 17:3 (Os filhos de Mosias prepararam-se para ensinar com poder e autoridade)

D&C 11:21; 84:85 (O Espírito vai nos ajudar a saber o que dizer se buscarmos obter a palavra de Deus)

D&C 42:11–17 (Se não tivermos o Espírito, não devemos ensinar)

Dallin H. Oaks, “Ensinar e Aprender pelo Espírito”, A Liahona, março de 1997, pp. 6–14

Matthew O. Richardson, “Ensinar à Maneira do Espírito”, Ensign ou A Liahona, novembro de 2011, p. 94

“O Poder do Espírito na Conversão”, Pregar Meu Evangelho (2004), pp. 94–95

“Ensinar pelo Espírito”, Ensino, Não Há Maior Chamado (1999), pp. 40–48

Fazer associações

Nos primeiros minutos de cada aula, ajude os jovens a fazer associações entre as coisas que estão aprendendo em vários locais e em várias situações (estudo pessoal, seminário, outras aulas da Igreja ou experiências com os amigos). Como você pode ajudá-los a ver a importância do evangelho em seu cotidiano? As ideias a seguir podem ajudá-lo(a):

  • Peça aos jovens para pensar em uma ocasião em que sentiram o Espírito durante uma aula da Igreja, no seminário ou em uma noite familiar. O que o professor fez para convidar o Espírito?
  • Convide os jovens a listar as oportunidades que tiverem para ensinar o evangelho aos outros. Ajude-os a incluir momentos de ensino informal, não planejado, bem como designações de ensino formal. Escreva no quadro, “O que significa ensinar pelo Espírito?” Convide os jovens a ponderar, durante a aula, sobre como podem responder a essa pergunta, no tocante às oportunidades de ensino que têm listadas. No final da lição, convide-os a compartilhar seus pensamentos.

Aprender juntos

Cada uma das atividades a seguir vai ajudar os jovens a entender o que significa aprender pelo Espírito. Seguindo a inspiração do Espírito Santo, selecione uma ou mais delas que melhor funcionem em sua classe:

  • Peça aos jovens que selecionem uma das seguintes perguntas: por que é importante ensinar pelo Espírito? Como o Espírito nos abençoa como professores? Como o espírito abençoa aqueles que ensinamos? O que devemos fazer para convidar o Espírito em nosso ensino? Peça a cada membro da classe para ler uma escritura sobre o ensino pelo Espírito (como as sugeridas neste esboço) e encontre nas escrituras uma resposta para a pergunta que selecionou. Dê aos alunos a oportunidade de compartilhar suas escrituras e as respostas que encontraram.
  • Em espírito de oração, selecione seções do discurso do Élder Dallin H. Oaks “Ensinar e Aprender pelo Espírito” ou de Ensino, Não Há Maior Chamado, páginas 40–48, que você sinta ajudaria os jovens a compreender o que significa ensinar pelo espírito. Divida a classe em pequenos grupos e peça a cada grupo que leia uma das seções juntos e faça uma lista das coisas que podem fazer para ensinar pelo Espírito. Convide os grupos a compartilhar uns com os outros o que aprenderam e incentive-os a acrescentar à sua lista ao ouvir os outros grupos. Peça-lhes para refletir sobre como podem aplicar o que aprenderam em uma oportunidade de ensino futura.
  • Convide os jovens a ler o discurso de Matthew O. Richardson “Ensinar à Maneira do Espírito”, à procura de respostas para as perguntas “Como o Espírito ensina?” e “Como podemos fazer o mesmo em nosso ensino?” Incentive-os a relatar uns aos outros o que aprenderem. Que experiências tiveram em que um professor ensinou “à maneira do Espírito”? Como eles podem seguir o exemplo do professor da próxima vez que ensinarem?
  • Como classe, leiam a experiência do Élder Richard G. Scott nas páginas 41 e 42 de Ensino, Não Há Maior Chamado. Peça aos jovens para comparar as duas experiências. Por que o Espírito Santo esteve presente durante a primeira lição? O que foi diferente na segunda lição? Convide os jovens a compartilhar como planejam aplicar o que aprenderam com essas experiências na próxima vez que eles tiverem a oportunidade de ensinar.
  • Entregue a cada aluno uma cópia de “O Poder do Espírito na Conversão”, de Pregar Meu Evangelho (páginas 94–95). Peça-lhes para lê-la individualmente em busca de respostas para a pergunta “O que significa ensinar pelo Espírito?” Convide-os a compartilhar o que encontraram. Pergunte aos jovens por que sentem que é importante saber sobre isso agora, antes que sirvam uma missão de tempo integral. Incentive-os a completar as atividades “Estudo pessoal” e “Estudo das Escrituras” por conta própria (se possível, dê-lhes tempo na sala de aula para começar). Convide-os a tomar notas de qualquer coisa que os inspire ao ler essas escrituras e a compartilhá-las com a classe em uma aula futura.

Peça aos jovens que compartilhem o que aprenderam hoje. Quais são os sentimentos ou as impressões que eles têm? Eles compreendem como ensinar pelo Espírito? Têm mais alguma pergunta? Valeria a pena despender mais tempo nesse assunto?

Convidar a agir

Pergunte aos jovens o que se sentem inspirados a fazer por causa do que aprenderam hoje. Incentive-os a agir de acordo com esses sentimentos. Busque o Espírito ao pensar, em espírito de oração, em maneiras pelas quais você pode fazer um acompanhamento.