fecha
Pular para a Navegação Principal
  • Imprimir

O que é a Expiação de Jesus Cristo?

A Expiação é o sacrifício que Jesus Cristo fez para ajudar-nos a vencer o pecado, a adversidade e a morte. O sacrifício expiatório de Jesus teve lugar no Jardim do Getsêmani e na cruz do Calvário. Ele pagou o preço por nossos pecados, tomou sobre Si a morte e ressuscitou. A Expiação é a suprema expressão do amor do Pai Celestial e de Jesus Cristo.

Preparar-se espiritualmente

Quais escrituras e discursos ajudarão as moças a sentir a importância da Expiação e a entender o sacrifício que o Salvador fez por elas?

Mateus 26–27 (No Getsêmani e na cruz, Jesus Cristo pagou o preço por nossos pecados e tomou sobre Si nossas dores)

Mateus 28:1–10 (Jesus Cristo venceu a morte por meio de Sua Ressurreição)

2 Néfi 9:6–16 (Jesus Cristo venceu o pecado e a morte por meio de Sua Expiação)

Alma 7:11–13 (Jesus Cristo tomou sobre Si nossas dores, aflições, enfermidades e nossos pecados)

O Cristo vivo: O testemunho dos apóstolos”, A Liahona, abril de 2000, pp. 2–3 (Ver também Sempre fiéis, pp. 103–106; Progresso pessoal, p. 102)

Russell M. Nelson, “Invocando o poder de Jesus Cristo em nossa vida”, A Liahona, maio de 2017, p. 39

Carole M. Stephens, “O Mestre que nos cura”, A Liahona, novembro de 2016, p. 9

Linda K. Burton, “Temos a fé na Expiação de Jesus Cristo escrita em nosso coração?”, A Liahona, novembro de 2012, p. 111

Expiação de Jesus Cristo”, Sempre fiéis, 2004, pp. 77–83

Vídeos: Vídeos da Bíblia retratando a Expiação

Vídeos: “Os pensamentos de um apóstolo sobre Jesus Cristo por ocasião da Páscoa” e “Cara a Cara com o Presidente Eyring e o Élder Holland: O que é a Expiação de Jesus Cristo e como posso receber as bênçãos?”

Compartilhar experiências pessoais

No início de cada aula, convide as moças a compartilhar, ensinar e testificar sobre as experiências pessoais que tiveram ao aplicar o que aprenderam na lição da semana anterior. Isso vai incentivar a conversão pessoal e ajudar as moças a ver a importância do evangelho em sua vida diária.

Apresentar a Doutrina

Escolha dentre as ideias a seguir, ou crie sua própria, para apresentar a lição desta semana:

  • Convide as moças a imaginar que um amigo de outra religião veio à Igreja e ouviu alguém mencionar a Expiação de Jesus Cristo. Como responderiam se o amigo perguntasse: “O que é a Expiação de Jesus Cristo?”
  • Mostre uma gravura que retrate os acontecimentos da Expiação (como o sofrimento do Salvador no Jardim do Getsêmani, Sua Crucificação ou Sua Ressurreição) e peça às moças que digam o que sabem sobre esses acontecimentos. Que perguntas elas têm?

Aprender juntos

Cada uma das atividades a seguir pode ajudar as moças a aprender sobre a Expiação de Jesus Cristo. Seguindo a orientação do Espírito, selecione uma ou mais delas que melhor funcionem em sua classe:

  • Convide as moças a examinar o discurso “Invocando o poder de Jesus Cristo em nossa vida”, do Presidente Russell M. Nelson, e encontrar escrituras que descrevam as coisas que o Salvador disse ou fez. O que aprendemos sobre o Salvador nesses versículos? Que conselho o Presidente Nelson deu para nos ajudar a atrair o poder do Salvador para nossa vida? Convide as moças a pensar em maneiras de realizar o desafio que o Presidente Nelson deu aos jovens adultos da Igreja. Convide-as a se comprometerem em fazer aquilo que escolherem realizar. Planeje uma ocasião futura em que elas poderão compartilhar experiências que tiveram ao estudar sobre o Salvador. 
  • Peça às moças que associem um evento que aconteceu durante as últimas horas da vida do Salvador com as seguintes referências de escrituras: Mateus 26–28 (para representações desses acontecimentos, acesse biblevideos.LDS.org ou use o Livro de gravuras do evangelho). O que as moças aprendem sobre o Salvador e Sua Expiação com esses acontecimentos? Convide algumas moças da classe a compartilhar seus sentimentos sobre o Salvador.
  • Convide cada moça a ler um dos princípios da Expiação relatados no discurso de Linda K. Burton “Temos a fé na Expiação de Jesus Cristo escrita em nosso coração?” Peça que encontre alguém da classe que tenha lido sobre o mesmo princípio e peça-lhes que conversem sobre o que aprenderam e compartilhem um exemplo que ilustre esse princípio tirado de sua própria vida ou da vida de pessoas que elas conheçam. Peça a alguém de cada dupla que compartilhe com o restante da classe o que elas discutiram.
  • Pergunte às moças o que aprenderam sobre o Salvador e a Expiação com Suas últimas palavras na cruz (ver Lucas 23:34, 39–43, 46; João 19:26–30).
  • Convide as moças a ler 2 Néfi 9:6-26 ou assistir a um ou mais dos vídeos deste esboço e compartilhar o que aprenderam sobre a necessidade da Expiação de Jesus Cristo. Reserve tempo para várias moças compartilharem os versículos que escolheram e por que o fizeram. Incentive-as a escrever uma carta para alguém que não acredita em Deus e usar esses versículos para explicar por que a Expiação de Jesus Cristo é importante e por que precisamos de um Salvador. Peça-lhes que compartilhem suas cartas umas com as outras. 
  • Peça às moças que relacionem no quadro algumas provações, dificuldades ou aflições que as pessoas enfrentam. Peça-lhes que leiam Alma 7:11–13 e trechos do discurso da irmã Carole M. Stephens, “O Mestre que nos cura”. O que as moças aprenderam sobre a Expiação com esses recursos? Como podemos acessar o poder da Expiação para nos ajudar em momentos de provação? (Ver Mosias 24:12–14.) Peça às moças que pensem em como elas podem compartilhar o que aprenderam sobre a Expiação para ajudar nas provações que listaram no quadro. 

Peça às moças que relatem o que aprenderam hoje. Elas compreendem melhor a Expiação? Quais são os sentimentos ou as impressões que elas têm? Elas têm mais alguma pergunta? Seria útil passar mais tempo discutindo essa doutrina?

Viver o que aprendemos

Convide as moças a pensar em como viverão o que aprenderam hoje. Por exemplo, elas poderiam:

  • Registrar no diário o que sabem e como se sentem sobre a Expiação. Durante a semana, poderiam pensar em como a Expiação abençoa sua vida e escrever seus pensamentos em seu diário.
  • Compartilhar o que aprenderam com um membro da família ou um(a) amigo(a).