Estude este material em espírito de oração e, conforme julgar conveniente, discuta-o com as irmãs que você visita. Use as perguntas para ajudar no fortalecimento das irmãs e para fazer com que a Sociedade de Socorro seja parte ativa de sua própria vida. Acesse reliefsociety.LDS.org para mais informações.

Autossuficiência é a capacidade, o compromisso e o esforço de satisfazer as necessidades espirituais e materiais da vida para si próprio e a família.1

Ao aprendermos e aplicarmos os princípios da autossuficiência em nosso lar e nossa comunidade, teremos oportunidades de cuidar dos pobres e necessitados e de ajudar as pessoas a tornarem-se autossuficientes a fim de enfrentarem momentos de adversidade.

Temos o privilégio e o dever de utilizar nosso arbítrio para tornar-nos espiritual e temporalmente autossuficientes. Ao falar de autossuficiência espiritual e nossa dependência do Pai Celestial, o Élder Robert D. Hales, do Quórum dos Doze Apóstolos, ensinou: “Tornamo-nos convertidos e espiritualmente autossuficientes quando cumprimos fervorosamente nossos convênios — partilhando dignamente o sacramento, sendo dignos de uma recomendação para o templo e sacrificando-nos a serviço do próximo”.2

O Élder Hales instou-nos a tornar-nos materialmente autossuficientes, o “que inclui adquirir instrução superior ou formação profissional, aprender a trabalhar e viver dentro de seus recursos. Evitando dívidas e economizando agora, estaremos preparados para o serviço de tempo integral na Igreja, nos anos vindouros. O propósito da autossuficiência tanto temporal quanto espiritual é elevar-nos a uma posição melhor para que possamos erguer outros que passam necessidades”.3

Das Escrituras

Mateus 25:1–13; I Timóteo 5:8; Alma 34:27–28; Doutrina e Convênios 44:6; 58:26–29; 88:118

De Nossa História

Depois que os santos dos últimos dias se reuniram no Vale do Lago Salgado, que era um deserto isolado, o Presidente Brigham Young desejava que eles prosperassem e estabelecessem lares permanentes. Para isso os santos precisavam aprender técnicas que lhes permitissem tornar-se autossuficientes. Nesse empenho, o Presidente Young tinha grande confiança na capacidade, nos talentos, na fidelidade e na disposição das mulheres e as incentivou em deveres temporais específicos. Embora os deveres específicos das irmãs da Sociedade de Socorro sejam diferentes hoje, os princípios permanecem constantes:

  1. 1.

    Aprendam a amar o trabalho e a evitar a ociosidade.

  2. 2.

    Adquiram um espírito de sacrifício pessoal.

  3. 3.

    Aceitem a responsabilidade pessoal pela força espiritual, saúde, educação, pelo emprego, pelas finanças, pela alimentação e por outras necessidades para sustento da vida.

  4. 4.

    Orem pedindo fé e coragem para enfrentar os desafios.

  5. 5.

    Fortaleçam outras pessoas que precisarem de auxílio.4

Exibir Referências

    Notas

  1.   1.

    Ver Manual 2: Administração da Igreja, 2010, 6.1.1.

  2.   2.

    Robert D. Hales, “Lembrar Quem Somos: O Sacramento, o Templo e o Sacrifício no Serviço”, A Liahona, maio de 2012, p. 34.

  3.   3.

    Robert D. Hales, “Lembrar Quem Somos”, p. 34.

  4.   4.

    Ver Filhas em Meu Reino: A História e o Trabalho da Sociedade de Socorro, 2011, p. 55.